Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

ÁGAR MUELLER HINTON

sábado, maio 14, 2011 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Ágar Muller Hinton

PRINCÍPIO
Ágar padronizado por Kirby e Bauer e pelo NCCLS que oferece condições de crescimento das principais bactérias.

UTILIDADE
Meio utilizado para a realização do teste de avaliação da resistência aos antimicrobianos pelos métodos de difusão em disco e E-test  para enterobactérias, não fermentadores, Staphylococcus, Enterococcus sp.

FÓRMULA / PRODUTO
Meio comercial: Ágar Muller Hinton.

PROCEDIMENTOS

  • Pesar e hidratar o meio conforme instruções do fabricante;
  • Acertar o pH (7,2 – 7,4);
  • Retirar da autoclave e medir novamente o pH;
  • Distribuir 50 a 60 ml em cada placa de 150 mm;
  • Deixar esfriar em temperatura ambiente;
  • Embalar as placas com plástico PVC transparente e guardar em geladeira (4 a 8°C).
    Obs: É extremamente importante que o meio tenha espessura homogênea de 3 a 4 mm.

CONTROLE DE QUALIDADE
Crescimento:

  • Preparar uma suspensão de Escherichia coli ATCC 25922 na escala 0,5 de Mac Farland;
  • Diluir 1:100 (0,1mL em 9,9 ml de solução fisiológica);
  • Semear 0,01 ml da suspensão na placa.  Incubar a placa 35°C por 24 horas.
    Obs: A aprovação final do meio deve ser feita após os testes com antibióticos, uma vez que inúmeras variáveis como níveis de timina, timidina, de cálcio e magnésio só podem ser verificadas após o teste com os antibióticos ter sido realizado.

INOCULAÇÃO

  • Preparar uma suspensão da bactéria a ser testada em salina 0,9% ou caldo TSB na escala 0,5 Mac Farland;
  • Embeber o “swab” na suspensão, comprimí-lo na parede do tubo (para eliminar o excesso)   e
    semear na placa;
  • Acrescentar os discos a serem testados;
  • Incubar a placa de acordo com instruções do NCCLS para a bactéria a ser testada.

2 wring swab

3b diagram 3 inoculating plate

2512_6b cartridge 2511_6c disk placement

2501_img_1500 9a measuring

 

INTERPRETAÇÃO
Cor original do meio: amarelo palha.
A zona do diâmetro é particular para cada droga e organismo, sendo comparado com diâmetros padronizados pelo NCCLS, que determina cada microrganismo sendo sensível, intermediário ou resistente.

2493_8 measuring diagram

CONSERVAÇÃO E VALIDADE
Conservar embalado de 4 a 8°C por até 3 meses.

RECOMENDAÇÕES
Principais variáveis que podem interferir no resultado do antibiograma:

Níveis de Ca2+, Mg2+ : altas concentrações levam a diminuição na atividade de aminoglicosídeos
diante de  Pseudomonas aeruginosa e da atividade de tetraciclinas para todas as bactérias. Concentrações diminuídas levam a resultados contrários.

Concentração de timidina ou timina: concentrações em excesso levam à falsa resistência para sulfonamidas e trimetropima.

pH: em pH baixo vamos observar halos de inibição reduzidos para aminoglicosídeos, quinolonas, macrolídeos e lincosaminas e halos aumentados para outros antibióticos (penicilina e tetraciclinas).  O aumento do pH leva a resultados opostos aos anteriores.

Espessura do meio: < de 3 mm leva à falsa sensibilidade geral e > 4 mm leva à falsa resistência.

Anvisa

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).