Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Entrevista com o estudante Octávio Augusto

sexta-feira, setembro 02, 2011 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Clique aqui para ver o seu currículo lattes

                     É acadêmico do 7º período de biomedicina, presidente do Centro Acadêmico de Biomedicina das Faculdades Pequeno Príncipe (CABm-FPP), membro do Núcleo de Pesquisa em Ciências Farmacêuticas e Biomédicas da FPP.

                     Já representou a Biomedicina durante dois anos na Comissão Própria de Avaliação da FPP também. Foi monitor de Anatomia I e Histologia II e Embriologia II. Hoje, junto com o CABm-FPP, representa o Instituto Nacional de Biomedicina (INB) no estado do Paraná.

 

Confira a entrevista

BLOG: Por que você escolheu Biomedicina?
Octávio:
Na verdade, como muitos que conheço, eu sempre quis fazer medicina. Entretanto, pela dificuldade em passar no vestibular, acabei tentando outros cursos. Tentei biomedicina por dois principais motivos: primeiro, minha mãe fez biomedicina e apesar de não atuar como profissional biomédica, sempre foi muito ligada à saúde e isso foi uma grande motivação.
         Em segundo lugar, tinha muita vontade de aprender algo além do que aprendemos na biologia, voltada ao ser humano, do ensino médio e não aguentava mais rever os assuntos dos dois anos de cursinho que fiz. Nem tentei biologia, por causa da botânica! Acho muito importante seu estudo, porém por quem gosta da área. Definitivamente não era o que eu queria fazer.

BLOG: O que mais gosta no curso?
Octávio:
O que mais gosto na Biomedicina é a abrangência do curso. São 36 áreas de atuação e durante a graduação temos acesso à maioria delas. Isso é muito importante, pois o curso forma profissionais que irão atuar na saúde em diferentes vertentes, sempre com o mesmo foco: promoção, prevenção e recuperação da saúde.

BLOG: Se pudesse mudar alguma coisa na Biomedicina, o que seria?
Octávio:
Se pudesse mudar algo, mudaria a remuneração. Na maioria das áreas temos uma responsabilidade incompatível com nosso salário. Mas acredito e confio que isso irá mudar com o tempo e que teremos um reconhecimento bem melhor do que temos no mercado hoje em dia, devido ao crescimento que a profissão vem apresentando nos últimos anos.

BLOG: Como você enxerga o mercado de trabalho para o Biomédico?
Octávio:
O mercado de trabalho para o Biomédico é muito heterogêneo hoje em dia. Percebemos grande diferença, por exemplo, entre o estado em que estudo e o de onde vim. Aqui no Paraná vejo alguns colegas recém-formados com dificuldade em conseguir um lugar no mercado, entretanto tenho muitos colegas, também recém-formados, muito bem encaminhados com trabalhos no exterior, inclusive.
          Em São Paulo, tenho muitos conhecidos que trabalham em diversas áreas e dizem não ter muita dificuldade em encontram um emprego. Lá a profissão tem mais reconhecimento, acredito que isso aconteça por conta de ser o berço da Biomedicina no Brasil. Sei que existem outros estados em que a profissão também tem bom reconhecimento, mas como somos novos, acredito que iremos crescer muito ainda.

BLOG: Pretende fazer alguma especialização, mestrado, doutorado depois de formado?
Octávio:
Pretendo fazer uma especialização em Citologia Oncótica e um Mestrado para poder seguir a área da docência também. Penso em doutorado e PhD também, mas por enquanto prefiro dar um passo de cada vez!

BLOG: Quais as qualidades que você acha que uma pessoa deve ter para fazer Biomedicina?
Octávio:
Acredito que, em primeiro lugar, deve gostar de ajudar o próximo. Isso para mim é essencial! Também deve gostar de ler, estudar muito e se atualizar sempre. Isso para fazer Biomedicina. Para ser biomédico, deve desenvolver muitas outras características durante o curso, como bem disse o Dr. Paulo Miranda na entrevista ao blog.

BLOG: Considerações finais.
Octávio:
Para mim foi uma honra responder a essas perguntas e fico muito feliz em poder contribuir, de alguma forma, para a formação dos estudantes e biomédicos leitores deste blog sensacional. Sou um dos que acreditam que a Biomedicina tem muito futuro ainda e irei lutar para que isso se concretize o quanto antes, ou da forma mais correta.

"... Estar atento à evolução científica para empregá-la em prol da humanidade!!"

Contato: facebook twitter_28

Gostaria de agradecê-lo pela entrevista. Desejo sucesso a você!

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).