Lâmpada ligada com sangue

Por Brunno Câmara - domingo, fevereiro 26, 2012


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Foto: Mike Thompson

Essa lâmpada de uso único necessita algumas gotas de sangue para ser ativada – um sacrifício pessoal que fará você pensar duas vezes antes de acender as luzes. O segredo dessa lâmpada é o luminol, a substância usada nas ciências forenses para verificar se há sangue em um local, que fica azul quando reage com o ferro dos  eritrócitos. Ela foi criada no intuito de ajudar na economia de energia e consequentemente o planeta.

Você compraria?

Aqui tem um vídeo de como funciona:

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!