Como identificar metamielócitos na distensão sanguínea

Por Brunno Câmara - segunda-feira, março 17, 2014


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Granulopoese Neutrofílica

Geralmente somos acostumados a observar as células sanguíneas normais na contagem diferencial de um hemograma, e quando nos deparamos com células jovens, normalmente não encontradas na circulação, ficamos na dúvida de qual célula pode ser.

Se isso acontece com você, a seguir você vai ter uma série de informações para saber reconhecer um metamielócito, que é uma célula da linhagem que dá origem aos neutrófilos segmentados.

1- O metamielócito é de 2 a 3 vezes maior que um eritrócito.

2- Razão núcleo/citoplasma intermediária (mais citoplasma do que o promielócito).

3- Núcleo em forma de feijão ou rim (riniforme), com indentação com menos de 1/2 do diâmetro do núcleo.

4- Nucléolo ausente.

5- Citoplasma com grânulos secundários (específicos).

Imagens: http://image.bloodline.net/index.html

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!