Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Você já ouviu falar em hipereosinofilia?

segunda-feira, maio 19, 2014 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Um ponto positivo de estar fazendo uma residência é a oportunidade de ver coisas que provavelmente não veria em outros lugares. Um exemplo disso é um caso intrigante que recentemente chegou ao hospital.

Paciente foi encaminhado pelo posto de saúde devido ao seu hemograma e dor abdominal. Quando passamos a amostra num dos aparelhos do laboratório o resultado não saiu completo, então passamos em outro aparelho cuja metodologia é a citometria de fluxo.

Como resultado obtivemos a contagem global com mais de 200.000 leucócitos/mm3 de sangue. Desses, mais de 90% foram classificados como neutrófilos, apesar de o gráfico ser inconclusivo (FSC x SSC).

Nossa surpresa foi ao analisar a distensão sanguínea. Na verdade não eram neutrófilos e sim eosinófilos. Isso mesmo! Mais de 90% de eosinófilos.

Hipótese diagnóstica: ainda está sendo investigado a possível causa dessa hipereosinofilia, mas suspeita-se de Síndrome Hipereosinofílica ou Leucemia Eosinofílica Crônica. Os resultados dos testes citogenéticos e moleculares ainda não chegaram.

Características das células: no sangue periférico muitos eosinófilos tinham o núcleo segmentado, de três a quatro segmentos; outros eram bastões; grânulos esparsos, geralmente se acumulando em um único lado da célula, deixando áreas do citoplasma livres. Alguns com vacuolização no citoplasma. No mielograma pode-se ver toda a linhagem de maturação do eosinófilo, em grande quantidade, e algumas células com grânulos azurófilos.

Confira algumas fotos que tirei:

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).