Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Quando esse paciente soube o que estava escorrendo do seu nariz ficou apavorado

quarta-feira, março 23, 2016 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Um paciente chegou ao seu médico queixando-se que seu nariz estava “escorrendo” há mais de um ano. Quando soube do que se tratava ficou apavorado.

O que ele tinha era rinorreia liquórica, ou seja, a secreção escorrendo do seu nariz tratava-se de líquido cefalorraquidiano (LCR).


A rinorreia liquórica é causada por um pequeno orifício na meninge, resultante de algum trauma, complicação de cirurgia, alta pressão intracraniana devido a um tumor ou hidrocefalia, osteomielite ou pode ser congênita. Anatomicamente há um defeito da dura, aracnoide, osso e mucosa.

A cada hora, em uma pessoa adulta, são produzidos aproximadamente 20 mL de líquor, que circula no espaço subaracnoideo. O volume é mantido através da reabsorção do líquido nos capilares sanguíneos nas granulações aracnoides, numa velocidade similar à sua produção. Desse modo, a rinorreia liquórica pode parecer um problema sem fim.

Há descarga nasal de líquido claro, intermitente que sai pelo nariz quando o paciente se inclina para frente. Relatado pelos pacientes como se fosse um líquido hialino com gosto doce. A quantidade varia de poucas gotas até uma saída profusa.

E-BOOK LÍQUOR (LCR)
Clique aqui para mais informações

Como um nariz escorrendo é relativamente comum à outras doenças e a rinorreia liquórica não é tão conhecida, a tendência é de ignorar a alteração num primeiro momento. O vazamento pode parar por si só ou pode haver complicações, como meningite infecciosa.

No final, o paciente tratou a meningite e depois fez a cirurgia para corrigir o orifício pelo qual estava saindo o LCR. A cirurgia foi realizada pela cavidade nasal, sem a necessidade de abrir seu crânio.

Patrício, C.A.A. Fístula liquórica. 2005.
Live Science. Your Runny Nose Could Be Leaking Brain Fluid. 2013.
Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).