Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Técnica promissora pode ser usada como uma vacina universal contra o câncer

segunda-feira, junho 13, 2016 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Pesquisadores da Alemanha publicaram um artigo na Nature sobre um técnica que tem o potencial de permitir a criação de vacinas “universais” contra o câncer, o que deixaria o tratamento para a doença mais barata. E em testes iniciais com camundongos e três pacientes humanos os resultados foram promissores.

A vacina é baseada na resposta imune contra infecções virais.


Você pode ouvir essa notícia no Biomedcast (Biomed Express #2): biomedcast.com/e2


Os pesquisadores combinaram o RNA produzido por uma célula cancerígena com lipídeos (lipoplexos) similares aos lipídeos de uma membrana. Essa combinação foi chamada de RNA-LPX.

Esses lipoplexos (LPX) protegem o RNA contra a ação das ribonucleases extracelulares e estimula a liberação de interferon-α (IFNα) por células dendríticas e macrófagos.

Ao ajustarem algumas porções do RNA-LPX, eles conseguiram produzir partículas com uma leve carga negativa. Essa carga ajudou a direcionar as partículas para as células dendríticas localizadas no baço, linfonodos e medula óssea.

As células dendríticas, que são células apresentadoras de antígeno, processam esse RNA “cancerígeno” e produzem antígenos que induzem uma resposta efetora e de memória pelos linfócitos T, direcionada àquelas células tumorais, de onde o RNA é proveniente - até então, elas eram consideradas pelo sistema imune como sendo próprias.

Os dois tipos de resposta imune são envolvidos: adaptativa (mediada pelos Linfócitos T) e inata (mediada pelo IFNα).

Como qualquer antígeno à base de polipeptídeos pode ser codificado como RNA, a técnica do RNA-LPX representa uma classe de vacinas universalmente aplicáveis para o direcionamento sistêmico às células dendríticas e indução sincronizada de ambos tipos de resposta imunológica, podendo ser utilizado para a imunoterapia no câncer.

Kranz LM, et al. Systemic RNA delivery to dendritic cells exploits antiviral defence for cancer immunotherapy. Nature. 2016. (link)

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).