Como usar a autoclave no laboratório

quarta-feira, março 22, 2017 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Como usar a autoclave

A autoclave é um equipamento utilizado em serviços de saúde para realizar a desinfecção e esterilização através de um método físico, utilizando uma combinação de vapor, pressão e tempo. Com alta temperatura e pressão é possível eliminar micro-organismos e esporos.

Ela é utilizada para descontaminar certos materiais biológicos e esterilizar meios, instrumentos e materiais de laboratório. Segundo a legislação brasileira, resíduos provenientes de serviços de saúde e que possam conter bactérias, vírus e outros materiais biológicos devem ser inativados antes da disposição final.

O que autoclavar

Meios líquidos, líquidos não inflamáveis, soluções aquosas e resíduos biológicos líquidos.

Materiais compatíveis:

  • Frascos de cultura de células;
  • Instrumentos cirúrgicos;
  • Vidraria de laboratório;
  • Ponteiras;
  • Meios de cultura;
  • Polipropileno;
  • Aço inoxidável;
  • Luvas.

Líquidos devem preencher até 2/3 da capacidade total do recipiente e a tampa deve permanecer frouxa, nunca totalmente fechada.

O que NÃO autoclavar

Materiais inflamáveis, reativos, corrosivos, tóxicos ou radioativos. Hipoclorito também nunca deve ser autoclavado, nem líquidos em recipientes selados.

Materiais incompatíveis:

  • Ácidos, bases e solventes orgânicos;
  • Cloreto e sulfato;
  • Água do mar;
  • Água sanitária, hipoclorito e cloro;
  • Aço que não seja inoxidável;
  • Poliestireno (isopor);
  • Polietileno;
  • Poliuretano.

Como autoclavar

Utilize jaleco, óculos de proteção, sapatos fechados e luvas resistentes ao calor para remover os materiais, especialmente vidraria quente.

Prepare o material a ser autoclavado. Muitos materiais – principalmente novos – devem ser embalados em papel craft (cor marrom) antes do procedimento, como por exemplo, placas de Petri, caixas de pipetas, tubos, elermeyer, becker etc.

Não encha a autoclave até o máximo. Deixe espaço para a circulação do vapor. Utilize apenas sacos próprios para autoclavagem.

Sempre confira o nível de água, pois se estiver abaixo da resistência a autoclave pode ser danificada.

Procedimento

  1. Coloque os materiais na autoclave;
  2. Feche e sele a tampa;
  3. Ligue-a no máximo e quando começar a sair vapor, feche a válvula;
  4. Espere a temperatura atingir 121°C;
  5. Um vez nessa temperatura, mude para o médio e deixe 15 minutos;
  6. Após o período, desligue a autoclave e abra a válvula para o vapor sair;
  7. Só abra a tampa depois que o manômetro estiver no zero;
  8. Retire o material com luvas resistentes ao calor.

Esse é um procedimento básico e dependendo do seu objetivo ele pode variar.

Validação

Existe uma fita adesiva indicadora sensível ao calor que muda de cor ou mostra linhas diagonais (escrito estéril ou autoclavado) quando exposta a temperatura de 121°C.

Ela é colocada no exterior de algum material embalado que será autoclavado. Se a fita não mudar de cor significa que a temperatura 121°C não foi atingida e os materiais não podem ser considerados estéreis ou descontaminados.

Referências: Princeton University, BiteSizeBio, University of California San Diego

Brunno Câmara Biomédico

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596. Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (Virologia) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).