O que faz um Biomédico

domingo, junho 11, 2017 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

O que faz um Biomédico

O que faz um Biomédico? Se você está interessado em fazer biomedicina, ou acabou de entrar no curso, já deve ter se feito essa pergunta.

É muito importante saber quais são as atribuições de um biomédico, pois assim você pode saber realmente se o seu perfil encaixa-se na profissão.

Além desse post, aqui você encontra muito mais informações sobre a biomedicina. Então, depois de ler esse texto, dê mais uma olhadinha no blog para conhecer a biomedicina e o biomédico.

Meu nome é Brunno Câmara, sou biomédico habilitado em análises clínicas e especialista em hematologia e hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Atualmente faço mestrado no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (Virologia) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG).

Então vamos lá!

Como você já deve saber, para se tornar biomédico, você deve fazer biomedicina. A biomedicina foi criada para formar profissionais que atuassem como professores das disciplinas básicas, nas faculdades de odontologia e medicina das universidades do Brasil.

Com o passar do tempo, muitos profissionais foram sendo formados e fez-se necessário abrir o leque de atuações para acolher tantos profissionais. Com isso, o biomédico conquistou o direito de trabalhar também com análises clínicas.

Clique aqui para conhecer mais sobre a história da biomedicina

Análises Clínicas (Patologia Clínica)

Essa foi uma das primeiras áreas de atuação do biomédico, e continua sendo a principal.

Análises clínicas são os exames de laboratório que analisam fluidos biológicos do corpo humano, como sangue, urina, fezes, líquor cefalorraquidiano, líquido pleural, sêmen, escarro entre outros.

Quem faz as análises das substâncias presentes nesses fluidos é o analista clínico. Hoje, no Brasil, quem pode fazer análises clínicas são somente biomédicos, bioquímicos e biólogos.

Isso é feito dentro de laboratórios clínicos, a principal “casa” do biomédico. Esses laboratórios são divididos em seções/áreas. As principais são:

  • Microbiologia: aqui é pesquisada a presença de micro-organismos patogênicos, como fungos e bactérias, nas amostras dos pacientes;
  • Hematologia: aqui o sangue é analisado e o principal exame é o hemograma. Mas existem dezenas de outros exames como tipagem sanguínea, testes de coagulação etc.;
  • Líquidos corporais: aqui são analisados a urina e outros líquidos, para contagem de células e outras estruturas, assim como as fezes, na procura de parasitos (vermes);
  • Bioquímica: aqui são pesquisadas as centenas de substâncias presentes no soro/plasma dos pacientes, como ureia, creatinina, glicose, triglicérides, colesterol etc.;
  • Imunologia: aqui são analisadas amostras na procura de anticorpos ou antígenos de muitas doenças, como sífilis, doenças virais como o HIV, toxoplasmose, doença de chagas etc.;
  • Hormônios: aqui são dosados os diversos hormônios do corpo humano, como testosterona, cortisol, estrogênio, beta HCG (“teste de gravidez”), insulina etc.;

O biomédico é quem faz todas essas análises, ajudando o médico no diagnóstico das doenças. Além disso, confere e libera os resultados, e também realiza o controle de qualidade, assim como, pode ser o responsável técnico do laboratório e até mesmo o gerente ou dono.

Clique aqui para saber mais sobre as análises clínicas

Pesquisa e docência

Pesquisa

Outro campo de atuação em que o biomédico é muito forte é a pesquisa científica e/ou docência.

Como o biomédico tem conhecimento das áreas básicas das áreas biológicas, ele pode dar aulas em todos os cursos da área da saúde, como biomedicina, enfermagem, nutrição, farmácia, odontologia, medicina etc.

Isso está ligado à pesquisa científica, pois nas universidades públicas, por exemplo, a maioria dos professores também fazem pesquisa.

Então, o biomédico também ajuda na evolução da ciência, descobrindo novas doenças, novas substâncias, desenvolvendo métodos de diagnósticos, desvendando o corpo humano e também micro-organismos.

A pesquisa científica tem como principal objetivo contribuir para a evolução do conhecimento humano em todos os setores, sendo sistematicamente planejada e executada segundo rigorosos critérios de processamento das informações.

Saiba mais sobre a pesquisa científica

Outras áreas de atuação

As análises clínicas são a principal área, porém não é a única. O biomédico pode escolher entre 36 áreas para poder atuar (veja imagem abaixo).

Cada vez mais o biomédico está indo para outras áreas interessantes.

Para isso, o estudante de biomedicina deve fazer estágio naquela área que ele quer sair habilitado, ou depois de formado, fazer um curso de especialização.

Clique aqui para saber mais sobre as maneiras de o biomédico conseguir sua habilitação

Vou falar de algumas aqui, mas no blog você encontra mais informações sobre a maioria delas.

Imagenologia

Imagenologia

Imagenologia é o estudo dos órgãos e sistemas do corpo humano através das diversas modalidades de exames de imagem, dentre as quais se destacam a radiologia convencional (raios X, radiografia simples ou contrastada), mamografia, ecografia ou ultrassonografia, densitometria óssea, tomografia, ressonância magnética, angiografia e arteriografia e medicina nuclear.

O biomédico na área de radiodiagnóstico e radioterapia terá oportunidade de trabalhar em hospitais, clínicas e laboratórios que tenham em seus serviços equipamentos de imagem, tais como:

  • Aparelhos de raios-X;
  • Medicina Nuclear;
  • Mamografia;
  • Tomografia Computadorizada;
  • Ressonância Magnética, dentre outros.

O Biomédico também pode atuar na parte comercial onde irá executar vendas desses equipamentos.

Clique aqui para saber mais sobre a Imagenologia

Banco de Sangue/Hemoterapia

Banco de Sangue

Tudo começa em um Banco de Sangue com a doação, pois o serviço de hemoterapia é o local onde ocorre a coleta, o armazenamento, processamento, fracionamento e transfusão do sangue.

O biomédico pode realizar a triagem clínica (entrevista) dos candidatos à doação, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir a doação.

Após cada doação, o biomédico fará os seguintes exames no sangue coletado:

  • Tipagem sanguínea ABO e Rh;
  • Pesquisa de anticorpos irregulares (PAI);
  • Fenotipagem do Sistema Rh (D, C, E, c, e), Fenotipagem de outros sistemas;
  • Testes sorológicos para: Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, HIV (AIDS), HTLV I/II.

Além disso, o biomédico pode assumir chefias técnicas, assessorias e direção de unidades.

Clique aqui para saber mais sobre a hemoterapia

Perícia criminal

Perícia criminal

Perito Criminal é o policial a serviço da justiça, especializado em encontrar ou proporcionar a chamada prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos. As atividades periciais são classificadas como de grande complexidade, em razão da responsabilidade e formação especializada revestidas no cargo.

Ele estuda o corpo (ou objeto envolvido no delito), refaz o mecanismo do crime (para saber o que ocorreu), examina o local onde ocorreu o delito e efetua exames laboratoriais, entre outras coisas.

O cargo de Perito Criminal ou Criminalístico (podendo ser estadual ou federal) exige formação de nível superior em qualquer área do conhecimento, sendo que algumas polícias exigem formação específica, como por exemplo, Biologia, Farmácia, Química, Biomedicina, Engenharias, Física, Matemática, dentre outras.

Os Biomédicos limitam-se a analisar fatos, com base nos conhecimentos e rigor científico, e a elaborar relatórios para apreciação dos tribunais, que decidirão depois de confrontados outros meios de prova.

Ao serviço de genética e biologia forense compete-lhe a realização de perícias e exames laboratoriais de:

  • Hematologia forense;
  • Vestígios orgânicos como manchas de sangue encontradas nos locais dos crimes, de sêmen deixado nas vítimas de crimes de natureza sexual, de pelos ou cabelos suspeitos de pertencerem a criminosos);
  • Identificação biológica de parentesco (identificação de paternidade ou maternidade, entre outros);
  • Identificação genética individual (identificação de um corpo ou fragmentos de um corpo).

Saiba mais sobre perícia criminal

Estética

Biomedicina Estética

O biomédico desenvolve e aplica os tratamentos para as disfunções estéticas corporais, faciais e envelhecimento fisiológico relacionados à derme e seus anexos, tecido adiposo e metabolismo.

O biomédico esteta é o profissional especialista em Biomedicina Estética que está apto a realizar os seguintes procedimentos:

  • Avaliação & Acompanhamento;
  • Eletroterapia & Eletroestimulação;
  • Laserterapia;
  • Microagulhamento;
  • Peelings;
  • Radiofrequência;
  • Ultra-cavitação;
  • Ultra-som dissipado;
  • Ultra-Som focalizado;
  • Criolipólise;
  • Procedimentos Injetáveis, Escarifacantes, Perfurocortantes e Medicamentosos;
  • Cosmetologia avançada;

Além dos procedimentos acima citados, o Biomédico Esteta pode atuar como Responsável técnico, na Pesquisa Científica e Docência e na Indústria de Equipamentos e Cosméticos.

Clique aqui para saber mais sobre a biomedicina estética

Citologia oncótica

Citologia oncótica

A Citologia Oncótica é a análise microscópica das características celulares. Geralmente é empregada na detecção de lesões tumorais. Um exemplo clássico é o exame preventivo do câncer de colo uterino, mais conhecido como Teste de Papanicolaou.

O biomédico pode:

  • Realizar coleta de material cérvico vaginal e leitura da respectiva lâmina, exceto a coleta pela técnica de Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina (PAAF);
  • Realizar a leitura de citologia de raspados e aspirados de lesões e cavidades corpóreas, através da metodologia de Papanicolaou;
  • Atuar no setor de imunohistoquímica e imunocitoquímica, referente ao diagnóstico citológico;
  • Assumir responsabilidade técnica, firmando os respectivos laudos.

Clique aqui para saber mais sobre a citologia oncótica

Circulação extracorpórea (perfusão)

CEC

A perfusão é o ato de manter o paciente com suporte artificial de vida coração-pulmão artificial ou “by pass” cardiopulmonar total, muito utilizado nas cirurgias cardiovasculares, mas também em outros procedimentos como as afecções da aorta, transplantes de coração e/ou pulmão, transplante hepático e em alguns tipos de retirada de tumores. Consiste em um console com dispositivos descartáveis que são montados de acordo com a necessidade do paciente.

Durante o procedimento, como numa cirurgia cardiovascular, o biomédico controla a função cardiopulmonar por meio de dispositivos externos artificiais (Coração, Pulmão e Rim artificial), onde o sangue é drenado, filtrado, oxigenado e re-injetado perfundindo todo o organismo, se monitora pressão, temperatura, fluxo, coagulação, equilíbrio hidro-eletrolítico e  hemodinâmico, débito renal e providencia-se as devidas correções.

Clique aqui para saber mais sobre a circulação extracorpórea

Biologia molecular

Biologia molecular

É uma área intimamente ligada à genética e à bioquímica. A Biologia Molecular consiste principalmente em estudar as interações entre os vários sistemas da célula, partindo da relação entre o DNA, o RNA e a síntese de proteínas, e o modo como essas interações são reguladas.

O biomédico pode:

  • Coletar, analisar, interpretar, emitir e assinar laudos e pareceres técnicos;
  • Analisar, assumir a responsabilidade técnica, firmar laudos e transmitir resultados dos exames laboratoriais a outros profissionais, como consultor, ou diretamente aos pacientes, como aconselhador genético;
  • Realizar exames que utilizem como técnica a reação em cadeia da polimerase (PCR), podendo para tanto assumir a responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos, inclusive a investigação de paternidade por DNA.

Conclusão

O biomédico é um profissional da área da saúde que pode atuar em diversas áreas, ajudando no diagnóstico de doenças, na pesquisa científica e também no bem-estar.

Como falei, são 36 habilitações e mais outras áreas, então não daria para colocar todas aqui pois ficaria muito extenso. Mas se você tiver interesse, dê uma olhada no blog e você encontrará muito mais informações.

Quer saber quanto ganha um biomédico? Clique aqui e aqui.

Brunno Câmara Biomédico

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596. Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (Virologia) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).