Pesquisa de biomédico ganha o Prêmio Tese Destaque USP 2017

quinta-feira, outubro 26, 2017 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Biomédico Raphael Sanches Peres. Foto: divulgação/Jornal da USP

A artrite reumatoide é uma doença inflamatória crônica que afeta as articulações do corpo, provocando inchaço e dor, podendo ainda levar à erosão dos ossos e deformidades nas articulações.

A pesquisa do biomédico Raphael Sanches Peres mostra que os baixos níveis da enzima CD39 em células T reguladoras (Treg) reduzem as chances de deter a inflamação, prejudicando a resposta à terapia contra a doença.

Segundo Peres, na artrite reumatoide, as células Treg tem sua função comprometida, tornando-se incapazes de controlar a inflamação. Ele afirma que esse é um dos fatores cruciais para o surgimento da doença, e por isso a manipulação de células Treg tem sido apontada como um possível caminho para novos tratamentos.

O estudo propõe que pacientes com diagnóstico recente de artrite reumatoide, que não foram tratados ainda, façam um teste laboratorial em centros médicos de referência, com o kit desenvolvido na pesquisa, para determinar o grau de expressão de CD39 em células Treg.

De acordo com Peres, os pacientes que apresentarem uma expressão reduzida de CD39 em células Treg seriam indicados a outras terapias disponíveis, como a administração de agentes biológicos, evitando gastos com tratamentos ineficazes.

O principal medicamento utilizado no tratamento é o metrotexato, porém aproximadamente 40% dos pacientes não respondem ao fármaco, obrigando a adoção de de outras terapias com maior custo.

O kit já foi patenteado e espera-se que nos próximos anos possa estar disponível na prática clínica, acessível a toda a população.

A pesquisa é descrita na tese de doutorado de Peres, A sinalização de TGF-β envolvida na expressão de CD39 em células T reguladoras está associada com a eficácia terapêutica do metrotexato na artrite reumatoide, que recebeu o Prêmio Tese Destaque USP 2017 na área de Ciências Biológicas. O estudo foi orientado pelo professor Fernando de Queiroz Cunha, do Departamento de Farmacologia, e teve co-orientação do professor Paulo Louzada-Júnior, do Departamento de Clínica Médica da FMRP. A pesquisa teve ainda colaboração da Universidade de Glasgow (Reino Unido), por meio do grupo liderado pelo professor Foo Liew.

Leia mais: http://jornal.usp.br/ciencias/ciencias-da-saude/kit-para-diagnostico-aprimora-o-tratamento-da-artrite-reumatoide/

Brunno Câmara Biomédico

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596. Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.