Biomédicos são eleitos membros da Academia Brasileira de Ciências

Por Brunno Câmara - quarta-feira, dezembro 13, 2017


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


ABC

A Academia Brasileira de Ciências (ABC), fundada em 1916, é uma entidade independente, não governamental e sem fins lucrativos, que atua como sociedade científica honorífica e contribui para o estudo de temas de primeira importância para a sociedade, visando dar subsídios científicos para a formulação de políticas públicas. Seu foco é o desenvolvimento científico do país, a interação entre os cientistas brasileiros e destes com pesquisadores de outras nações.

A ABC recebe contribuições de seus membros individuais e corporativos e apoio financeiro de agências governamentais. Com um quadro atual de pouco mais de 700 membros no total, a Academia Brasileira de Ciências é uma das mais antigas associações de cientistas no país e reconhecidamente a mais prestigiosa dessas entidades.

Esse mês foi realizada a eleição para membros titulares, correspondentes e afiliados da ABC, que serão empossados em 2018.

Dentre os membros afiliados, foram eleitos quatro biomédicos. Confira quem são:

Alexander Birbrair

É professor adjunto do Departamento de Patologia do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) (2005-2009), doutorado em Neurociência pela Wake Forest University, Carolina do Norte, Estados Unidos (2010-2014) e pós-doutorado em Biologia Celular no Albert Einstein School of Medicine em Nova York, Estados Unidos (2014-2016). Tem experiência na área de Biologia e Genética Molecular, Farmacologia, Fisiologia, Patologia, Biotecnologia e Biologia Celular.

Daniele Barbosa de Almeida Medeiros

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade Federal do Pará (2002), mestrado em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários pela Universidade Federal do Pará (2004) e doutorado em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários pela Universidade Federal do Pará (2009). Atualmente é pesquisador em saúde pública do Instituto Evandro Chagas. Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Virologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Caracterização molecular de Arbovírus, hantavírus e vírus da Raiva; Estudo de epidemiologia molecular de Arbovírus, hantavírus e vírus da Raiva; desenvolvimento de testes laboratoriais para o diagnósticos de arbovírus e hantavírus; desenvolvimento de vacina contra o vírus Zika.

Marcelo Alves da Silva Mori

Possui graduação em Ciências Biológicas (Modalidade Médica) pela Universidade Federal de São Paulo (2002). Adquiriu título de doutor em Biologia Molecular pela Universidade Federal de São Paulo (2007), com estágio no instituto Max-Delbrück for Molecular Medicine (Berlim, Alemanha). Pós-doutorado pela Joslin Diabetes Center/Harvard Medical School (Boston, EUA). Em 2011, foi contratado pelo Departamento de Biofísica da Universidade Federal de São Paulo para exercer o cargo de Professor Adjunto e Pesquisador. Em 2016, assumiu cargo de Professor Doutor em Biologia do Envelhecimento no Departamento de Bioquímica e Biologia Tecidual do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Biologia Molecular com ênfase em Metabolismo, atuando principalmente na investigação dos mecanismos moleculares associados à Síndrome Metabólica e ao processo de envelhecimento.

Siomar de Castro Soares

Possui graduação em Biomedicina pela Universidade de Uberaba (2002-2006). Formação complementar em Bioinformática (2007). Mestrado em Genética pela UFMG (2008-2009). Doutorado em Genética pela UFMG (2009-2013) com 1 ano de doutorado sanduíche pelo Center for Biotechnology (CeBiTec) da Universität Bielefeld (2011-2012). Pós-doutorado em Bioinformática pela UFMG (2013-2014). Pesquisador Sênior Bioinformata no Laboratório Oficial Central do Ministério da Pesca e Aquicultura (2014-2015). Atualmente é Professor do Magistério Superior da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM (2015-Atual), Secretário da regional Sudeste da Sociedade Brasileira de Genética (2017-atual), Coordenador Substituto do curso de graduação em Biomedicina da UFTM (2017-atual) e Coordenador Substituto de Desenvolvimento de Pesquisa e Tecnologia da UFTM (2017-atual).

Fonte: http://www.abc.org.br/centenario/?Saiba-quem-sao-os-novos-membros-da-ABC

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários