Erros mais comuns na confecção do esfregaço sanguíneo

O laboratório de hematologia evolui muito nas últimas décadas, com as contagens celulares geradas por aparelhos automatizados substituindo as técnicas manuais.

A tradicional revisão da contagem diferencial de leucócitos de cada amostra, através da análise microscópica, caiu em desuso na maioria dos laboratórios que possuem tais aparelhos.

O motivo para isso é a maior precisão das contagens automatizadas em comparação com os métodos de contagem manual.

Apesar disso, sabe-se que a superioridade da contagem automatizada é limitada a amostras com leucócitos maduros e bem caracterizados. Na presença de qualquer alteração nas células e de leucócitos imaturos deve-se realizar a revisão da lâmina hematológica para um diagnóstico mais preciso.

Para isso, a lâmina hematológica deve ser bem feita. Confira os principais erros na hora da confecção do esfregaço sanguíneo:

5 dicas para fazer um esfregaço sanguíneo perfeito


Habilitações Biomédicas: Patologia Clínica (Análises Clínicas)

As análises clínicas, ou patologia clínica, foi uma das primeiras áreas de atuação do biomédico, e continua sendo a principal.

Análises clínicas são os exames de laboratório que analisam fluidos biológicos do corpo humano, como sangue, urina, fezes, líquor cefalorraquidiano, líquido pleural, sêmen, escarro entre outros.

Quem faz as análises das substâncias presentes nesses fluidos é o analista clínico. Hoje, no Brasil, quem pode fazer análises clínicas são somente biomédicos, bioquímicos e biólogos.

Isso é feito dentro de laboratórios clínicos, a principal “casa” do biomédico. Esses laboratórios são divididos em seções/setores.

O biomédico é quem faz todas essas análises, ajudando o médico no diagnóstico das doenças. Além disso, confere e libera os resultados, e também realiza o controle de qualidade, assim como, pode ser o responsável técnico do laboratório e até mesmo o gerente ou dono.

Ouça o episódio #57 do Biomedcast e saiba mais sobre as análises clínicas:

Baixar mp3

Gostou? Curte aí a página do Biomedcast no Facebook: facebook.com/biomedcast

Clique aqui para ouvir no seu iPod, iPhone e iPad

Acesse o site: www.biomedcast.com


Conheça o Museu de Anatomia Humana localizado em São Paulo

Museu de Anatomia Humana

O acervo do Museu de Anatomia Humana “Prof. Alfonso Bovero ( MAH )” foi gradativamente formado a partir da metade de um esqueleto desarticulado, acrescido de uma pequena coleção de peças humanas para demonstração, quando do início das  atividades do Professor Bovero em 1914, como docente da então Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo.

Durante todo o período em que trabalhou no Departamento de Anatomia (1914 à 1937), juntamente com a sua primeira geração de discípulos (dentre eles, Renato Locchi, Odorico Machado de Sousa, Procopio Bielik), o Prof. Alfonso Bovero montou um rico acervo de peças anatômicas para fins didáticos, preparadas não somente por método de dissecção, mas também por técnicas especializadas, como a diafanização, a injeção e a corrosão. 

Ampliado ao longo do tempo pelos trabalhos dos discípulos da segunda geração como Cláudio Antonio Ferraz de Carvalho, Luiz Gustavo Wertheimer, Guarany Sampaio e João Baptista Parolari, e de vários colaboradores (destacando-se o eminente cirurgião Waldomiro de Paula), o acervo passou a ser alvo de visitação pública regular em meados da década de 1960, nos próprios da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde permaneceu até o ano de 1996.

Transferido no início de 1997 para Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, o MAH foi inicialmente alocado no Bloco 3 e, em 1999, para o Edifício Biomédicas III da Cidade Universitária, onde permanece até hoje.

Além de peças anatômicas dos diversos sistemas do corpo humano preparadas com esmero, o MAH conta também com uma coleção de crânios identificados, utilizados em pesquisas relacionadas a diferentes áreas como a antropologia, e a odontologia e medicina legais.

Visitação

Visitas Agendadas

O agendamento é necessário apenas para escolas.

  • Visitação: de terça a sexta, somente no período da manhã;
  • Idade mínima: 12 anos;
  • É importante que o grupo chegue ao Museu 30 minutos antes do início da visita agendada;

As escolas que tiverem interesse em visitar o museu: o professor deverá participar de uma das reuniões com a Coordenadoria do MAH  agendadas para os dias 14 de junho  às 15h,  03, 05, 08, 10, 12 ou 15 de julho às 10h para apresentação das novas normas de utilização. Para confirmar a participação ou para outras informações: mah@icb.usp.br.

Visitas Avulsas

  • De terça a sexta  (no período da tarde);
  • Idade mínima: 12 anos (crianças menores, só acompanhadas pelos pais);

Horário de Funcionamento do Museu

De terça a sexta das 9h às 16h.

Localização e contato

Biomédicas III, Av. Prof. Lineu Prestes , nº 2415 – Butantã – São Paulo/SP (ao lado do Hospital Universitário)

Tel.: (11) 3091-7360 (mah@icb.usp.br)

http://museu.icb.usp.br/


Biomédica faz descoberta inédita sobre inflamação e obesidade

O tecido adiposo - onde a gordura fica armazenada - tem um limite. Se a pessoa engorda demais, pode ter também uma inflamação. Essa é uma reação do sistema imunológico para conter o excesso de gordura que escapa das células.

O problema é que o processo pode ter um efeito dominó, inflamando também as células de gordura e, depois, o corpo todo. Algumas doenças estão associadas a esse mecanismo da obesidade, como o diabetes tipo 2, problemas cardiovasculares e cânceres.

Em busca de “descobrir a cura das doenças”, a biomédica Angela Castoldi estudou a relação entre o sistema imunológico e a obesidade.

Camundongos que não possuem um gatilho para inflamação nos macrófagos não ficam obesos, mesmo comendo muita gordura. Essa foi uma das descobertas da tese de doutorado da biomédica.

Ela afirma que não encontrou a cura para a obesidade - em vez disso, trouxe mais conhecimento sobre os mecanismos que podem fazer (ou não) o corpo engordar.

Esse gatilho para a inflamação é a molécula MyD88, presente em quase todas as células. Quando MyD88 foi retirada dos macrófagos, os camundongos foram protegidos da obesidade. Retirada das células de gordura, não houve diferença.

Mas, quando MyD88 foi retirada do corpo todo dos camundongos, eles engordaram demais.

Na última parte de sua pesquisa de doutorado, Angela Castoldi descobriu outra forma de inflamação ligada ao excesso de peso - e que envolve a molécula dectina 1. Ela pode ser mais danosa que a tradicional e fez os pesquisadores reverem o conceito de vilã que a inflamação clássica carrega. Até então, essa via inflamatória - como dizem os cientistas – da dectina 1 só era conhecida em infecções por fungo e em alguns casos de câncer.

Seu trabalho foi publicado no periódico Cell Reports, e você pode lê-lo aqui: Dectin-1 Activation Exacerbates Obesity and Insulin Resistance in the Absence of MyD88.

Sua pesquisa de doutorado venceu o prêmio Tese Destaque USP 2016 na categoria ciências biológicas. A pesquisa foi realizada no Instituto de Ciências Biomédicas da USP, sob orientação do médico Niels Olsen Câmara e com colaboração da bióloga Marilia Seelaender.

Confira os vídeos:

Imagem: divulgação/YouTube


6 vagas para Biomédico no concurso da Universidade de Pernambuco

O governo do estado de Pernambuco publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (15) o edital de abertura de um concurso público para a Universidade de Pernambuco (UPE).

Cargo

Analista Técnico em Gestão Universitária (Biomédico).

Quantidade de vagas

  • Complexo Hospitalar – 5 vagas;
  • Serra Talhada – 1 vaga.

Remuneração

R$ 2.605,45.

Carga horária

30 horas semanais.

Atribuições

Realizar exames e análises clínicas em geral; Elaborar diagnósticos bacteriológicos ou sorológicos de rotina; Promover a organização de bacterioteca; Supervisionar e orientar os técnicos de nível médio na realização de suas tarefas laboratoriais; Emitir laudos e pareceres sobre assuntos de sua atribuição; Responsabilizar-se pela execução de ionogramas e gasometrias; Elaborar relatórios periódicos para subsidiar estatística, planejamento e correção de ações; Participar do programa anual de trabalho do setor de lotação;

Coordenar, supervisionar e orientar os técnicos de nível médio na realização de suas tarefas laboratoriais; Emitir laudos e pareceres sobre assuntos de suas atribuições; Assessorar chefias superiores em matéria de suas especialidades; Participar do treinamento de novos servidores; Realizar manutenção e calibração dos equipamentos automatizados; Organizar e supervisionar os plantões; Realizar preceptoria de estágios; Realizar controle de qualidade; Assessorar nas atividades de ensino, pesquisa e extensão; Realizar atividades de Preceptoria; Executar outras tarefas correlatas.

Inscrição

Taxa: R$ 100,00.

Período: de 15/06 a 16/07/2017.

Link para o edital


Vagas para Biomédico na seleção pública da Fundação HEMOMINAS

A Presidente da Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais – FUNDAÇÃO HEMOMINAS, no uso das atribuições, torna pública abertura de edital para fins de realização de Seleção Pública Simplificada destinada a formação de banco de potencial para contratação por tempo determinado para atender a necessidade de excepcional interesse público, no âmbito da Fundação Hemominas.

As contratações, se formalizadas, serão feitas pelos seguintes prazos determinados:

  • Até 2 (dois) anos, prorrogáveis por até mais 2 (dois) anos, a critério da Hemominas, se houver carência de pessoal em decorrência de afastamento ou licença de servidores ocupantes de cargos efetivos.
  • Até 3 (três) anos, prorrogáveis por até mais 3 (três) anos, a critério da Hemominas, se houver número de servidores efetivos insuficiente para a continuidade dos serviços públicos essenciais.

Cargo

Analista de hematologia e hemoterapia (cód. 26)

Requisitos: curso superior completo e registro no conselho de classe.

Quantidade

O quantitativo de profissionais a ser contratado dependerá da demanda da Fundação Hemominas e do número de vagas autorizadas pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG.

Atribuições

Executar atividades específicas da sua formação técnico-profissional na área de hematologia e hemoterapia, bem como outras atividades compatíveis com o Nível superior de escolaridade, no âmbito de atuação da Fundação HEMOMINAS.

Remuneração

Nível I:

  • 30 horas - R$ 2.645,82;
  • 40 horas - R$ 3.464,43;

Nível III:

  • 40 horas - R$ 5.063,66 ;

Mais: Gratificação Mensal de Produtividade; Vale Alimentação; Vale-Transporte (30h/s); Auxílio Creche; na forma da Lei.

Observações

Trabalho em regime de 30 (trinta) para os profissionais de saúde e 40 (quarenta) horas semanais para as outras categorias profissionais, cumpridas de segunda a sexta feira, de segunda a sábado ou em regime de plantão a critério exclusivo da Fundação Hemominas.

As vagas são destinadas para unidades nas cidades de Belo Horizonte, Além Paraíba, Betim, Diamantina, Divinópolis, Frutal, Governador Valadares, Ituiutaba, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Manhuaçu, Montes Claros, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, São João Del Rei, Sete Lagoas, Uberaba e Uberlândia.

Os interessados devem se inscrever exclusivamente via internet, por meio do site www.hemominas.mg.gov.br, no link "Hemocurrículo". Na ocasião, é necessário que o candidato efetue o preenchimento dos seus respectivos dados curriculares.

A avaliação dos concorrentes será realizada em cinco etapas distintas, sendo elas: Cadastro de Inscrição, Análise de Currículo e Classificação Geral, Comprovação Documental, Entrevista e Consolidação de Pontuação.

Link para o edital


O que faz um Biomédico

O que faz um Biomédico

O que faz um Biomédico? Se você está interessado em fazer biomedicina, ou acabou de entrar no curso, já deve ter se feito essa pergunta.

É muito importante saber quais são as atribuições de um biomédico, pois assim você pode saber realmente se o seu perfil encaixa-se na profissão.

Além desse post, aqui você encontra muito mais informações sobre a biomedicina. Então, depois de ler esse texto, dê mais uma olhadinha no blog para conhecer a biomedicina e o biomédico.

Meu nome é Brunno Câmara, sou biomédico habilitado em análises clínicas e especialista em hematologia e hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Atualmente faço mestrado no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (Virologia) do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG).

Então vamos lá!

Como você já deve saber, para se tornar biomédico, você deve fazer biomedicina. A biomedicina foi criada para formar profissionais que atuassem como professores das disciplinas básicas, nas faculdades de odontologia e medicina das universidades do Brasil.

Com o passar do tempo, muitos profissionais foram sendo formados e fez-se necessário abrir o leque de atuações para acolher tantos profissionais. Com isso, o biomédico conquistou o direito de trabalhar também com análises clínicas.

Clique aqui para conhecer mais sobre a história da biomedicina

Análises Clínicas (Patologia Clínica)

Essa foi uma das primeiras áreas de atuação do biomédico, e continua sendo a principal.

Análises clínicas são os exames de laboratório que analisam fluidos biológicos do corpo humano, como sangue, urina, fezes, líquor cefalorraquidiano, líquido pleural, sêmen, escarro entre outros.

Quem faz as análises das substâncias presentes nesses fluidos é o analista clínico. Hoje, no Brasil, quem pode fazer análises clínicas são somente biomédicos, bioquímicos e biólogos.

Isso é feito dentro de laboratórios clínicos, a principal “casa” do biomédico. Esses laboratórios são divididos em seções/áreas. As principais são:

  • Microbiologia: aqui é pesquisada a presença de micro-organismos patogênicos, como fungos e bactérias, nas amostras dos pacientes;
  • Hematologia: aqui o sangue é analisado e o principal exame é o hemograma. Mas existem dezenas de outros exames como tipagem sanguínea, testes de coagulação etc.;
  • Líquidos corporais: aqui são analisados a urina e outros líquidos, para contagem de células e outras estruturas, assim como as fezes, na procura de parasitos (vermes);
  • Bioquímica: aqui são pesquisadas as centenas de substâncias presentes no soro/plasma dos pacientes, como ureia, creatinina, glicose, triglicérides, colesterol etc.;
  • Imunologia: aqui são analisadas amostras na procura de anticorpos ou antígenos de muitas doenças, como sífilis, doenças virais como o HIV, toxoplasmose, doença de chagas etc.;
  • Hormônios: aqui são dosados os diversos hormônios do corpo humano, como testosterona, cortisol, estrogênio, beta HCG (“teste de gravidez”), insulina etc.;

O biomédico é quem faz todas essas análises, ajudando o médico no diagnóstico das doenças. Além disso, confere e libera os resultados, e também realiza o controle de qualidade, assim como, pode ser o responsável técnico do laboratório e até mesmo o gerente ou dono.

Clique aqui para saber mais sobre as análises clínicas

Pesquisa e docência

Pesquisa

Outro campo de atuação em que o biomédico é muito forte é a pesquisa científica e/ou docência.

Como o biomédico tem conhecimento das áreas básicas das áreas biológicas, ele pode dar aulas em todos os cursos da área da saúde, como biomedicina, enfermagem, nutrição, farmácia, odontologia, medicina etc.

Isso está ligado à pesquisa científica, pois nas universidades públicas, por exemplo, a maioria dos professores também fazem pesquisa.

Então, o biomédico também ajuda na evolução da ciência, descobrindo novas doenças, novas substâncias, desenvolvendo métodos de diagnósticos, desvendando o corpo humano e também micro-organismos.

A pesquisa científica tem como principal objetivo contribuir para a evolução do conhecimento humano em todos os setores, sendo sistematicamente planejada e executada segundo rigorosos critérios de processamento das informações.

Saiba mais sobre a pesquisa científica

Outras áreas de atuação

As análises clínicas são a principal área, porém não é a única. O biomédico pode escolher entre 36 áreas para poder atuar (veja imagem abaixo).

Cada vez mais o biomédico está indo para outras áreas interessantes.

Para isso, o estudante de biomedicina deve fazer estágio naquela área que ele quer sair habilitado, ou depois de formado, fazer um curso de especialização.

Clique aqui para saber mais sobre as maneiras de o biomédico conseguir sua habilitação

Vou falar de algumas aqui, mas no blog você encontra mais informações sobre a maioria delas.

Imagenologia

Imagenologia

Imagenologia é o estudo dos órgãos e sistemas do corpo humano através das diversas modalidades de exames de imagem, dentre as quais se destacam a radiologia convencional (raios X, radiografia simples ou contrastada), mamografia, ecografia ou ultrassonografia, densitometria óssea, tomografia, ressonância magnética, angiografia e arteriografia e medicina nuclear.

O biomédico na área de radiodiagnóstico e radioterapia terá oportunidade de trabalhar em hospitais, clínicas e laboratórios que tenham em seus serviços equipamentos de imagem, tais como:

  • Aparelhos de raios-X;
  • Medicina Nuclear;
  • Mamografia;
  • Tomografia Computadorizada;
  • Ressonância Magnética, dentre outros.

O Biomédico também pode atuar na parte comercial onde irá executar vendas desses equipamentos.

Clique aqui para saber mais sobre a Imagenologia

Banco de Sangue/Hemoterapia

Banco de Sangue

Tudo começa em um Banco de Sangue com a doação, pois o serviço de hemoterapia é o local onde ocorre a coleta, o armazenamento, processamento, fracionamento e transfusão do sangue.

O biomédico pode realizar a triagem clínica (entrevista) dos candidatos à doação, na qual podem ser detectadas algumas condições adicionais que possam impedir a doação.

Após cada doação, o biomédico fará os seguintes exames no sangue coletado:

  • Tipagem sanguínea ABO e Rh;
  • Pesquisa de anticorpos irregulares (PAI);
  • Fenotipagem do Sistema Rh (D, C, E, c, e), Fenotipagem de outros sistemas;
  • Testes sorológicos para: Hepatite B, Hepatite C, Doença de Chagas, Sífilis, HIV (AIDS), HTLV I/II.

Além disso, o biomédico pode assumir chefias técnicas, assessorias e direção de unidades.

Clique aqui para saber mais sobre a hemoterapia

Perícia criminal

Perícia criminal

Perito Criminal é o policial a serviço da justiça, especializado em encontrar ou proporcionar a chamada prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos. As atividades periciais são classificadas como de grande complexidade, em razão da responsabilidade e formação especializada revestidas no cargo.

Ele estuda o corpo (ou objeto envolvido no delito), refaz o mecanismo do crime (para saber o que ocorreu), examina o local onde ocorreu o delito e efetua exames laboratoriais, entre outras coisas.

O cargo de Perito Criminal ou Criminalístico (podendo ser estadual ou federal) exige formação de nível superior em qualquer área do conhecimento, sendo que algumas polícias exigem formação específica, como por exemplo, Biologia, Farmácia, Química, Biomedicina, Engenharias, Física, Matemática, dentre outras.

Os Biomédicos limitam-se a analisar fatos, com base nos conhecimentos e rigor científico, e a elaborar relatórios para apreciação dos tribunais, que decidirão depois de confrontados outros meios de prova.

Ao serviço de genética e biologia forense compete-lhe a realização de perícias e exames laboratoriais de:

  • Hematologia forense;
  • Vestígios orgânicos como manchas de sangue encontradas nos locais dos crimes, de sêmen deixado nas vítimas de crimes de natureza sexual, de pelos ou cabelos suspeitos de pertencerem a criminosos);
  • Identificação biológica de parentesco (identificação de paternidade ou maternidade, entre outros);
  • Identificação genética individual (identificação de um corpo ou fragmentos de um corpo).

Saiba mais sobre perícia criminal

Estética

Biomedicina Estética

O biomédico desenvolve e aplica os tratamentos para as disfunções estéticas corporais, faciais e envelhecimento fisiológico relacionados à derme e seus anexos, tecido adiposo e metabolismo.

O biomédico esteta é o profissional especialista em Biomedicina Estética que está apto a realizar os seguintes procedimentos:

  • Avaliação & Acompanhamento;
  • Eletroterapia & Eletroestimulação;
  • Laserterapia;
  • Microagulhamento;
  • Peelings;
  • Radiofrequência;
  • Ultra-cavitação;
  • Ultra-som dissipado;
  • Ultra-Som focalizado;
  • Criolipólise;
  • Procedimentos Injetáveis, Escarifacantes, Perfurocortantes e Medicamentosos;
  • Cosmetologia avançada;

Além dos procedimentos acima citados, o Biomédico Esteta pode atuar como Responsável técnico, na Pesquisa Científica e Docência e na Indústria de Equipamentos e Cosméticos.

Clique aqui para saber mais sobre a biomedicina estética

Citologia oncótica

Citologia oncótica

A Citologia Oncótica é a análise microscópica das características celulares. Geralmente é empregada na detecção de lesões tumorais. Um exemplo clássico é o exame preventivo do câncer de colo uterino, mais conhecido como Teste de Papanicolaou.

O biomédico pode:

  • Realizar coleta de material cérvico vaginal e leitura da respectiva lâmina, exceto a coleta pela técnica de Punção Biópsia Aspirativa por Agulha Fina (PAAF);
  • Realizar a leitura de citologia de raspados e aspirados de lesões e cavidades corpóreas, através da metodologia de Papanicolaou;
  • Atuar no setor de imunohistoquímica e imunocitoquímica, referente ao diagnóstico citológico;
  • Assumir responsabilidade técnica, firmando os respectivos laudos.

Clique aqui para saber mais sobre a citologia oncótica

Circulação extracorpórea (perfusão)

CEC

A perfusão é o ato de manter o paciente com suporte artificial de vida coração-pulmão artificial ou “by pass” cardiopulmonar total, muito utilizado nas cirurgias cardiovasculares, mas também em outros procedimentos como as afecções da aorta, transplantes de coração e/ou pulmão, transplante hepático e em alguns tipos de retirada de tumores. Consiste em um console com dispositivos descartáveis que são montados de acordo com a necessidade do paciente.

Durante o procedimento, como numa cirurgia cardiovascular, o biomédico controla a função cardiopulmonar por meio de dispositivos externos artificiais (Coração, Pulmão e Rim artificial), onde o sangue é drenado, filtrado, oxigenado e re-injetado perfundindo todo o organismo, se monitora pressão, temperatura, fluxo, coagulação, equilíbrio hidro-eletrolítico e  hemodinâmico, débito renal e providencia-se as devidas correções.

Clique aqui para saber mais sobre a circulação extracorpórea

Biologia molecular

Biologia molecular

É uma área intimamente ligada à genética e à bioquímica. A Biologia Molecular consiste principalmente em estudar as interações entre os vários sistemas da célula, partindo da relação entre o DNA, o RNA e a síntese de proteínas, e o modo como essas interações são reguladas.

O biomédico pode:

  • Coletar, analisar, interpretar, emitir e assinar laudos e pareceres técnicos;
  • Analisar, assumir a responsabilidade técnica, firmar laudos e transmitir resultados dos exames laboratoriais a outros profissionais, como consultor, ou diretamente aos pacientes, como aconselhador genético;
  • Realizar exames que utilizem como técnica a reação em cadeia da polimerase (PCR), podendo para tanto assumir a responsabilidade técnica e firmar os respectivos laudos, inclusive a investigação de paternidade por DNA.

Conclusão

O biomédico é um profissional da área da saúde que pode atuar em diversas áreas, ajudando no diagnóstico de doenças, na pesquisa científica e também no bem-estar.

Como falei, são 36 habilitações e mais outras áreas, então não daria para colocar todas aqui pois ficaria muito extenso. Mas se você tiver interesse, dê uma olhada no blog e você encontrará muito mais informações.

Quer saber quanto ganha um biomédico? Clique aqui e aqui.


O que são Linfócitos T reguladores

Linfócitos T reguladores

Os linfócitos T reguladores (Treg) são um subtipo de linfócitos T CD4+ (auxiliar/helper) que têm a função de regular a resposta imune e manter a autotolerância. Simplificando, são linfócitos que regulam outros linfócitos.

Eles são gerados por meio do reconhecimento de antígenos próprios no timo e pelo reconhecimento de antígenos próprios e não próprios nos órgãos linfoides periféricos.

Quando os Treg são derivados do timo, e reconhecem antígenos próprios, são chamados de Treg naturais. Os Treg também podem se desenvolver após uma reação inflamatória, nos órgãos linfoides periféricos, sendo chamados de adaptativos ou induzíveis, pois linfócitos T CD4+ virgens (Th0) podem se diferenciar em Treg em resposta a certos antígenos.

Mas afinal, o que os Treg regulam?

Eles ajudam a controlar a tolerância imunológica do nosso organismo.

Os linfócitos são produzidos para atuar como células de defesa contra agentes estranhos, ou seja, eles devem reconhecer antígenos não próprios e iniciar uma resposta com o objetivo de eliminar esse antígeno.

Quando eles reconhecem moléculas próprias, não podem desencadear uma resposta imune, ou seja, eles devem tolerá-las. Isso é “ensinado” durante seu desenvolvimento, nos órgãos linfoides primários (timo e medula óssea).

Porém, às vezes, uma falha nessa tolerância resulta em reações imunes contra antígenos próprios. Essa reação é chamada de autoimunidade, e as doenças que ela pode causar são conhecidas como doenças autoimunes.

É aí que os Treg entram. Eles controlam os linfócitos, não deixando que aconteça reações autoimunes, e também regulam o processo inflamatório.

Mecanismo de regulação

Os linfócitos T reguladores suprimem a resposta imune, impedindo a ativação de linfócitos T ou bloqueando sua função efetora.

Um dos mecanismos é a inibição da coestimulação necessária para a ativação do linfócito T, no momento da apresentação de antígeno pelas células apresentadoras de antígenos (APC).

Se o linfócito não é ativado ou é bloqueado, a autoimunidade não acontece.

Outro mecanismo importante é a produção das citocinas: Fator de Transformação do Crescimento β (TGF-β) e Interleucina 10 (IL-10).

TGF-β

Ele inibe a ativação clássica de macrófagos, envolvidos no processo inflamatório, e também a proliferação e as funções efetoras de linfócitos T. Ou seja, controla as respostas inflamatórias e imunológicas.

Essa citocina também é responsável pela geração de Treg. Então, o TGF-β, produzido por outras células, induz a geração de Treg e os Treg produzem TGF-β.

Além disso, o TFG-β pode inibir o desenvolvimento de linfócitos Th1 e Th2, e promover o desenvolvimento de linfócitos Th17. Estimula também a produção de IgA e o reparo tecidual após a diminuição das reações inflamatórias e imunológicas.

Leia mais: Linfócitos T CD4: Th1 e Th2

IL-10

É uma citocina que inibe a produção de IL-12 por macrófagos ativados e células dendríticas. Com isso, há diminuição de produção de IFN-γ, que é uma citocina pró-inflamatória importante na defesa contra micro-organismos intracelulares.

Outra função da IL-10 é a inibição da expressão de coestimuladores e de moléculas MHC de classe II em células dendríticas e macrófagos, consequentemente, inibindo a ativação de linfócitos T.

Conclusão

Em resumo, os Treg são importantes para controlar a autotolerância imunológica, inibindo a ativação ou função dos linfócitos T autorreativos, e também para regular os processos inflamatórios, por meio da produção de citocinas anti-inflamatórias (IL-10 e TFG-β).


8 vagas para Biomédico na Prefeitura de Patos - PB

A PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE PATOS, Estado da Paraíba, no uso de suas atribuições legais, torna público, para conhecimento de todos os interessados, que ficam abertas, no período de 10h do dia 29 de maio até as 23h:59min do dia 18 de junho de 2017 (horário local), as inscrições do PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO destinado ao provimento dos cargos na Prefeitura Municipal de Patos, proveniente de vagas atualmente existentes do Quadro de Pessoal da PREFEITURA MUNICIPAL DE PATOS, e das que forem criadas durante o prazo de validade deste Processo Seletivo.

Cargos e quantidade de vagas

  • Biomédico analista clínico – 4 vagas;
  • Biomédico citologista – 4 vagas;

Requisitos

Biomédico analista clínico - Nível Superior em Biomedicina e com registro no conselho de classe específico.

Biomédico citologista - Nível Superior em Biomedicina com especialidade em Citologia e com registro no conselho de classe específico.

Remuneração

R$ 2.500,00 (regime celetista).

Carga horária

30 horas semanais.

Atribuições

Ao Biomédico compete atuar em equipes de saúde, a nível tecnológico, nas atividades complementares de diagnósticos. Sem prejuízo do exercício das mesmas atividades por outros profissionais igualmente habilitados na forma da legislação específica, o Biomédico poderá:

I - realizar análises físico-químicas e microbiológicas de interesse para o saneamento do meio ambiente;

II - realizar serviços de radiografia, excluída a interpretação;

III - atuar, sob supervisão médica, em serviços de hemoterapia, de radiodiagnóstico e de outros para os quais esteja legalmente habilitado;

IV - planejar e executar pesquisas científicas em instituições públicas e privadas, na área de sua especialidade profissional.

Inscrição

Taxa: R$ 100,00

Período: de 29 de maio a 18 de junho de 2017

Link para o edital


3 vagas para Fiscal Biomédico no conselho regional 2ª região

O conselho de biomedicina da 2ª região, no uso de suas atribuições, torna público que estarão abertas as inscrições para o concurso público, destinado ao preenchimento de vagas existentes e formação de cadastro de reserva para as que vierem à surgir durante a validade do concurso, sob o regime Celetista.

Cargo

Fiscal Biomédico - realizará a fiscalização e execução do serviço em todos os Estados que fazem parte da jurisdição do Conselho Regional de Biomedicina da 2ª Região, devendo ter disponibilidades para viagens.

Vagas

  • Recife – 1 vaga + CR;
  • Salvador – 1 vaga + CR;
  • Fortaleza – 1 vaga + CR;

Remuneração

R$ 4.300,00.

Carga horária

44 horas semanais.

Requisitos

Possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biomedicina;

Estar devidamente registrado no Conselho Regional de Biomedicina;

Carteira Nacional de Habilitação (CNH) - categoria “B”.

Inscrição

Taxa: R$ 19,00

As inscrições devem ser feitas de 5 de junho a 5 de julho de 2017.

Link para o edital

Fonte e imagem: CRBM-2