Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Destrinchando a Escherichia coli

terça-feira, junho 07, 2011 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Escherichia coli

 

 

 

 

          Theodor Escherich (29 Nov. 1857 – 15 Fev. 1911) foi um pediatra Alemão-Austríaco e professor das universidades de Munique, Graz e Viena. Ele descobriu a bactéria Escherichia coli, que foi nomeada em 1919, e determinou suas propriedades.

 

11px-Loudspeaker.svg Pronúncia: /eskerikia koli/


 

 

 

e coli 1

 

Cepas mais importantes

 

EPEC – E. coli enteropatogênica clássica

Gastroenterites graves em crianças recém-nascidas e lactentes jovens (elevada mortalidade). Causam dores abdominais, vômitos e febre. PERÍODO DE INCUBAÇÃO: 17 a 72h. DURAÇÃO: 6h a 3 dias.

ETEC – E. coli enterotoxigênica

DIARREIA DOS VIAJANTES
Diarreia aquosa, normalmente acompanhada de febre baixa, dores abdominais e naúseas. A bactéria produz toxinas termolábeis e termoestáveis semelhantes à toxina colérica – fezes aquosas (água de arroz) – desidratação. PERÍODO DE INCUBAÇÃO: 8 a 44h. DOSE INFECTANTE: 106 – 108 células.

 

EAEC - E. coli enteroagregativa

Assim chamada porque possui fímbrias que agregam-se no tecido. EAEC liga-se na mucosa intestinal e causa diarreia aquosa, sem febre. Não é invasiva. Produz uma hemolisina e uma enterotoxina similar à toxina da ETEC.

 

EIEC – E. coli enteroinvasiva

Características especiais:

  • Fermentação tardia ou não fermentação de lactose;
  • Ausência de flagelos;
  • Incapacidade de descarboxilar lisina.

A bactéria produz toxinas semelhantes às da Shigella sp. Desinteria, cólicas abdominais, febre e mal estar geral, sangue e muco nas fezes.  PERÍODO DE INCUBAÇÃO: 8 a 24h. DOSE INFECTANTE: 106 – 108 células. Atinge geralmente crianças maiores e adultos.

 

EHEC – E. coli enterohemorrágica (O157:H7)

Características especiais

  • Não são capazes de usar sorbitol;
  • São beta-glucoronidase negativas;
  • Têm dificuldades de se multiplicar nas temperaturas normalmente empregadas para pesquisa em alimentos (44,5/45,5ºC).

Colite hemorrágica: Dores abdominais severas e diarreia aguda e sanguinolenta. Síndrome Hemolítica Urêmica – SHU. Sem febre.

Fonte: Profª Rhalcia Cristina – Biomédica

VOTE BIOMEDICINA

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).