Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Vacina contra hepatite A

quarta-feira, novembro 23, 2011 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

CONCEITO

A vacina contra hepatite A produz proteção pré-exposição em crianças e adultos.

INDICAÇÃO

Está indicada para crianças e adultos que vivem em locais de alto risco para hepatite A, pessoas que viajam para locais de alta prevalência da infecção, homens que fazem sexo com homens, pessoas com exposição profissional ao vírus da hepatite A, pessoas com doença hepática crônica, coagulopatias e usuários de drogas.

COMPOSIÇÃO

Três vacinas inativadas contra hepatite A estão disponíveis no Brasil: Avaxim, Havrix e Vaqta. As três vacinas são constituídas por vírus inativados por formalina e adsorvidos em hidróxido de alumínio e devem ser aplicadas por via intramuscular em esquemas de duas doses com intervalo de 6 a 12 meses entre elas; todas induzem níveis protetores de anticorpos em mais de 90% dos vacinados 30 dias após a aplicação da primeira dose da vacina e praticamente em 100% dos que receberam as duas doses. A combinação das vacinas contra hepatite A e hepatite B, num mesmo produto, induz imunogenicidade semelhante àquela obtida com os dois produtos aplicados separadamente.

EFICÁCIA

A eficácia da vacina, avaliada através de estudos controlados, randomizados e duplo-cegos na proteção contra formas clínicas de hepatite em crianças vivendo em regiões com altos índices da doença, foi superior a 90%. A vacina também pode ser utilizada no controle de surtos em comunidades com altos índices de hepatite A e na profilaxia pós-exposição em contatos domiciliares de casos primários de infecção pelo vírus da hepatite A. A duração da proteção induzida pela vacina em indivíduos que participaram de ensaios clínicos e avaliada através de estudos matemáticos é superior a 20 anos em crianças e adultos.

EVENTOS ADVERSOS

Os eventos adversos pós-vacinação são raros, e em geral apenas locais; nos raros casos de eventos graves, a aplicação concomitante com outras vacinas não permitiu a associação definitiva desses eventos com a vacina contra hepatite.

CONTRA-INDICAÇÃO

A vacina está contra-indicada apenas em indivíduos com história de reação severa a doses prévias da vacina contra hepatite A ou a seus componentes.

IMUNIZAÇÃO PASSIVA

A imunoglobulina para uso intramuscular (IG), quando aplicada num intervalo não superior a duas semanas após a exposição, previne 80% a 90% dos casos de doença clínica. Embora a vacina seja preferível à IG na profilaxia da hepatite A, a IG está indicada para indivíduos não vacinados e expostos ao risco de adquirir a doença e que não possam receber a vacina: crianças menores de um ano e pessoas com alergia a qualquer componente vacinal. A dose de IG recomendada é de 0,02 a 0,06 mg/kg de peso.

Projeto diretrizes

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).