Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Como usar e lavar seu jaleco adequadamente

sábado, janeiro 05, 2013 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Como usar e lavar seu jaleco

Pode parecer uma coisa óbvia, mas será que o jeito que você usa e lava seu jaleco é o jeito certo? Confira como vestir adequadamente seu jaleco para maior proteção e também saiba como lavá-lo de uma maneira mais segura.

Como usar

Os jalecos devem ser abotoados completamente para proteger sua roupa e corpo de respingos de reagentes, sangue ou outros fluidos corporais. Escolha um jaleco que seja do seu tamanho, nem grande ou pequeno demais.

Use sempre jaleco de manga longa e nunca a suba para ventilação ou conforto. Seu braço estará protegido. Outra coisa importante é comprar um jaleco que tenha o punho justo com elástico para evitar que a manga entre em contato com contaminantes.

NUNCA saia do laboratório vestindo o jaleco. Quando for tirá-lo sempre deixe no local apropriado e designado para guardá-lo. Não guarde os usados junto com os limpos.

Como lavar

O ideal seria que todos os laboratórios tivessem um local para a lavagem dos jalecos, sem precisar ter que levá-los para casa. Mas isso ainda não acontece. Então o jeito é lavar por conta própria.

Sempre tenha, no mínimo, dois jalecos. Caso aconteça algum incidente no laboratório você terá um reserva, enquanto o outro está sendo lavado.

Para transportar seu jaleco use um recipiente que o isole e não contamine seus pertences. Eu sempre usava uma sacola daquelas que fecham a boca para transportar o meu.

NUNCA lave seu jaleco com outras roupas. O processo de lavagem deve ser exclusivo para ele, por motivos óbvios.

Deixe de molho numa solução de hipoclorito (nossa famosa água sanitária) e água, pelo menos uma hora antes de lavar. Ela deixará seu jaleco meio amarelado com o tempo, mas é o único jeito de eliminar os contaminantes biológicos.

Depois lave normalmente com sabão, se quiser pode usar um alvejante branqueador como o Vanish®, que usa o peróxido de hidrogênio como princípio ativo, ao invés de cloro.

Se quiser, por último, pode deixar de molho alguns minutos numa solução de água e álcool.

Depois é secar, passar e guardar em local separado e levar de volta ao laboratório, até que esteja na hora de trocar ou aconteça algum acidente e contamine o outro.

Temos que ter o maior cuidado com o uso do jaleco, pois se for usado de maneira errada pode ter o efeito contrário, ao invés de nos proteger ele colocará você e outras pessoas em risco.

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).