Biomédico agora pode atuar no Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório

Por Brunno Câmara - segunda-feira, janeiro 05, 2015


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório
 
A resolução nº 245, de setembro de 2014, do conselho federal, dispõe sobre a atribuição do Biomédico na área de Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório.

Atribuições

O biomédico poderá operar equipamentos específicos para a atividade, sob supervisão médica, utilizando métodos eletrofisiológicos como eletroencefalografia (EEG), eletromiografia (EMG) e potenciais evocados para monitorar a integridade de estruturas neurais específicas durante as cirurgias.

Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório

O objetivo é proteger as vias neurais dos riscos durante diferentes tipos de cirurgias, diminuindo o risco de déficits neurológicos pós-operatórios para o paciente.

Na eletromiografia (EMG) é feita uma avaliação neurofisiológica do sistema nervoso periférico. Estimula-se sinais elétricos por meio de choques suportáveis (neurocondução) e da captação de potenciais musculares através de agulhas (eletromiografia) em certas partes do corpo.

Na eletroencefalografia (EEG) é feito o registro da atividade elétrica cerebral, ou mais especificamente, do somatório da atividade elétrica neuronal próxima aos eletrodos de captação dos estímulos, afixados habitualmente no couro cabeludo.

Requisitos

Para atuar nessa área é necessário curso de especialização, devidamente registrado e aprovado pelo Ministério da Educação, cujas disciplinas mínimas são: Neuroanatomia, Neurofisiologia, Neuropatologia básica e avançada, Teoria das Técnicas Cirúrgicas, Tecnologias aplicadas à atividade e estágio prático em serviços de Monitoramento Neurofisiológico Transoperatório devidamente registrados nos conselhos de fiscalização profissional e Vigilância Sanitária.
 
Link para a resolução
Com algumas informações de Clínica Marrone

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Meste em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários