“Vibrio cholerae” utiliza lança para matar bactérias

Por Brunno Câmara - domingo, janeiro 04, 2015


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Microscopia Eletrônica de Vibrio cholerae em meio de quitina

Pesquisadores da Escola Politécnica Federal de Lausana (EPFL), Suíça, demonstraram que a bactéria Vibrio cholerae utiliza uma pequena lança para apunhalar e matar bactérias vizinhas, mesmo suas colegas de mesma espécie, e então roubar seu DNA. Esse mecanismo, conhecido como transferência horizontal de gene, permite que ela se torne mais virulenta adquirindo características de suas presas. O estudo foi publicado no periódico Science.

Se você já teve na faculdade as matérias de microbiologia ou bacteriologia, com certeza estudou que bactérias possuem vários mecanismos para adquirir novas características e evoluir, muitas vezes causando a tão temida resistência aos antimicrobianos. Um deles é a incorporação de material genético, principalmente plasmídeos, de bactérias mortas em seu próprio DNA. Porém, a V. cholerae não espera suas vizinhas morrerem, ela mesma as mata.

Assassina

Essa “lança mortal” é chamada de Sistema de Secreção tipo VI (type VI secretion system – T6SS). A V. cholerae usa essa arma para fazer um buraco nas bactérias próximas, liberando o material genético, que é então absorvido e incorporado por ela.

O mecanismo é dependente do meio em que a bactéria se encontra. Quando em contato com um polissacarídeo, chamado quitina, a V. cholerae entra num modo agressivo de sobrevivência, conhecido como “competência natural”. É nesse modo que a bactéria utiliza sua lança para matar.

Com seu novo material genético “roubado”, a V. cholerae pode se tornar ainda mais perigosa e provocar uma doença mais grave nas pessoas que a ingerem. Outra suspeita dos pesquisadores é que essa lança biológica possa ser utilizada para matar as nossas bactérias protetoras, ou seja, as bactérias da nossa microbiota normal do intestino.

Artigo original

Borgeaud S, Metzger LC, Scrignari T, Blokesch M. The type VI secretion system of V. cholerae fosters horizontal gene transfer. Science 02 January 2015 <link>

Créditos da imagem: Graham Knott & Melanie Blokesch/EPFL

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!