Até 12 vagas para Biomédicos no Programa Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do SUS (EpiSUS)

Por Brunno Câmara - segunda-feira, agosto 13, 2018


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Estão abertas as inscrições para o processo seletivo de candidatos à 15ª Turma do Programa Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do SUS (EpiSUS). O treinamento é coordenado pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, sendo realizado em colaboração com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

O programa exige dois anos de atividades presenciais e dedicação exclusiva por parte do profissional, não permitindo sua realização simultânea com outras atividades de trabalho ou cursos acadêmicos.

O EpiSUS está sediado em Brasília (DF), portanto os candidatos selecionados deverão residir no Distrito Federal durante o período do treinamento, ficando disponíveis para as atividades em qualquer lugar do Brasil ou exterior, se necessário.

O treinamento é composto majoritariamente por atividades práticas, desenvolvidas no âmbito da Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e de outras instituições, municipais e estaduais, do SUS e tem como objetivo geral capacitar profissionais de nível superior em epidemiologia de campo e vigilância em saúde.

Público-alvo

Poderão se candidatar ao processo seletivo para o treinamento no EpiSUS: profissionais de nível superior, com formação em biologia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, psicologia, saúde coletiva/saúde pública e terapia ocupacional.

Pré-requisitos

  • Ter formação de nível superior nos cursos relacionados acima;
  • Ter curso de pós-graduação concluído (especialização, inclusive cursos de aperfeiçoamento com carga horária igual ou superior a 360 [trezentos e sessenta horas], residência médica, residência multidisciplinar, mestrado ou doutorado);
  • Ter pelo menos um (01) ano de experiência profissional, no desenvolvimento de atividades de nível superior, em uma ou mais das seguintes áreas: doenças infecciosas e parasitárias, epidemiologia, infecção hospitalar, infectologia, medicina preventiva e social, medicina comunitária, medicina sanitária, medicina tropical, saúde coletiva/saúde pública, saúde da família, saúde do trabalhador, vigilância em saúde, vigilância em saúde ambiental, vigilância epidemiológica, vigilância hospitalar e vigilância sanitária.
  • Estar registrado no conselho da categoria profissional correspondente.

Vagas

Serão oferecidas até 12 (doze) vagas para o treinamento.

Bolsa

Os candidatos homologados para o treinamento e que forem elegíveis receberão uma da bolsa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) mensais, através do CNPq.

Inscrições

Até o dia 19 de agosto de 2018.

Link para o edital | Link para a inscrição

Fonte: Ministério da Saúde

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Meste em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários