Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

A evolução da célula

quinta-feira, fevereiro 07, 2013 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

As Células Que Mudaram a Terra

bacteriaAlgumas das células mais velhas da Terra são organismos simples chamados Bactérias. Algumas começaram  produzindo seu próprio alimento usando dóxido de carbono na atmosfera e obtendo energia do sol. O processo (chamado fotossíntese) produziu oxigênio suficiente para mudar a atmosfera da Terra. Logo depois, novas formas de vida que utilizavam o oxigênio entraram em cena. Com uma população bacteriana cada vez mais diversificada, o palco estava montado para coisas surpreendentes acontecerem.

A Teoria Endossimbiótica

Há uma forte evidência que as mitocôndrias e cloropolastos já foram células bacterianas primitivas. Esta evidência é descrita na Teoria Endossimbiótica. Por que esse nome? A simbiose ocorre quando duas espécies diferentes se beneficiam vivendo e trabalhando juntas. Quando um organismo literalmente vive dentro de outro é chamado endossimbiose. A teoria descreve como uma grande célula hospedeira e uma bactéria ingerida poderiam facilmente ficar dependentes uma da outra para a sobrevivência, resultando em uma relação permanente. Depois de milhões de anos de evolução, mitocôndrias e cloroplastos ficaram mais especializados e hoje eles não podem viver fora da célula.

“É Só Uma Teoria!”

Nos dias de hoje, as pessoas usam a palavra teoria para exprimir uma opinião ou especulação não necessariamente baseada em fatos. Mas no campo da ciência, uma teoria é uma explanação bem estabeleciada baseada em um extenso  experimento e observação. Teorias científicas são desenvolvidas e verificadas pela comunidade científica e geralmente são aceitas como fato.

Mitocôndrias Têm DNA

Mitocôndrias e cloroplastos têm notáveis similaridades com as bactérias. Eles possuem seu próprio DNA, que é separado do DNA nuclear. Ambas organelas usam seu DNA para produzir muitas proteínas e enzimas necessárias para seu funcionamento. Uma dupla membrana cerca essas duas organelas, outra evidência de que elas foram ingeridas por uma célula hospedeira primitiva. As duas ainda se reproduzem como uma bactéria, replicando seu DNA e direcionando sua própria divisão.

Desenhando A História da EvoluçãoAnálise do mtDNA de pessoas de todo o mundo tem revelado muitas pistas sobre a migração dos nossos ancestrais.

O DNA mitocondrial (mtDNA) tem um padrão único de herança. Ele é passado diretamente de mãe para filho, e  acumula mudanças mais devagar do que outros tipos de DNA. Por causa das suas características únicas, o mtDNA tem fornecido pistas importantes sobre a história evolutiva. Por exemplo, diferenças no mtDNA são examinadas para estimar quão próximas espécies são umas das outras.

Texto adaptado do Centro de Aprendizagem de Genética da Universidade de Utah, Estados Unidos.

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).