Xampu da AVON contaminado com Pseudomonas aeruginosa

Por Brunno Câmara - sábado, dezembro 08, 2012



📚🔬 Apostilas e Livro Digitais

Utilize nossas apostilas digitais como material complementar aos seus estudos - hematologia, uroanálise, parasitologia e líquor.

Vai estudar para um processo seletivo de concurso público ou residência multiprofissional? - Conheça nosso livro de questões comentadas



Pseudomonas aeruginosa bacteria, coloured scanning electron micrograph (SEM)

Mais de 500 xampus da linha Avon Care Hidratante em embalagem de um litro, fabricados dia 13/11/2012, começaram a ser recolhidos do mercado no dia 1º/12. Os produtos agravam qualquer eventual quadro infeccioso aos consumidores com sistema imunológico debilitado.

“Trata-se da bactéria Pseudomonas aeruginosa, que, uma vez em contato com a pele e/ou olhos de consumidores com sistema imunológico debilitado e/ou que já possuam qualquer ferida e/ou inflamação em sua pele e/ou olhos, tem o potencial de causar e/ou agravar qualquer eventual quadro infeccioso”.

Ao concluir os testes microbiológicos de qualidade, por amostragem, foi constatado pelo controle de qualidade da empresa que o lote apresentava contagem microbiológica acima dos limites de controle estabelecidos pela Anvisa, por meio da Resolução 481/99.

Às 09:04 de hoje (08/12), segundo o site exame.com, já tinham sido recolhidas 300 embalagens do produto.

Informações da Secretaria Nacional do Consumidor – Senacon

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| @biomedicinapadrao | LinkedIn | Lattes |