Morfologia dos espermatozoides

Por Brunno Câmara - terça-feira, setembro 17, 2013


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


A morfologia dos espermatozoides pode ser estudada em diversos tipos de preparações, como em suspensões de salina formolizada, entre lâmina-lamínula, microscopia de de contraste de fase, na câmara de Neubauer durante a contagem global, entre outras.

Para  observar  a  morfologia  espermática  deve-se  fazer  um  esfregaço  e  corá-lo  com algum corante hematológico (Leishman, Panótico ou Giemsa). Há um grande número de tipos morfológicos, porém, consideram-se os mais característicos. É determinada de acordo com a região afetada.

Anomalias  de  cabeça:

Anomalias  de  peça  intermediária:

Anomalias de cauda (flagelo):

Com informações de PIVA, S. Espermograma: análises e técnicas. Editora Livraria Santos.
Imagens: Laboratório de Andrologia da Androfert

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários