Dica de série: HELIX

Por Brunno Câmara - quarta-feira, maio 20, 2015


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Uma série bem legal que descobri esses dias é Helix, em que uma equipe de cientistas do Centro de Controle de Doenças (CDC) investiga um surto causado por um vírus, numa estação de pesquisa no Ártico.

Na tentativa de uma quarentena, a comunicação com outros lugares é cortada misteriosamente. Primeiramente a dúvida que fica é se o objetivo é criar uma arma biológica ou transformar humanos de alguma forma.

Há duas variantes do vírus, Narvik-A, que é fatal e não tem cura. O segundo tipo, Narvik-B, transforma os infectados em pessoas violentas, semelhantes a zumbis, que têm a capacidade de transmitir a infecção.

Eles acabam ficando presos em uma situação de vida ou morte que pode definir todo o futuro da humanidade. Mas a ameaça letal é apenas a ponta do iceberg, e enquanto o vírus se desenvolve, a verdade vai se aproximando.


Vírus Narvik

O que achei mais legal é que a série mostra várias coisas que vemos nas aulas de epidemiologia. Nada melhor que estudar se divertindo.

Helix estreou em janeiro de 2014, e tem duas temporadas. Apesar de o grande número de fãs, ela foi cancelada esse ano. Mesmo assim, vale a pena assistí-la.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!