Fertilização in vitro com DNA de 3 pais

Por Brunno Câmara - segunda-feira, outubro 10, 2016


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Um bebê nasceu utilizando o DNA de três pessoas. Ele foi o primeiro caso de sucesso de uma nova técnica que pode mudar a vida de diversas pessoas que querem ter filho, mas possuem doenças genéticas raras que podem afetar o feto.

O pai e a mãe do bebê já haviam perdido duas crianças devido a uma doença genética rara chamada Síndrome de Leigh. A mãe carregava genes para essa doença no seu DNA mitocondrial. Enquanto nós herdamos DNA de ambos os pais, o DNA mitocondrial é apenas herdado da mãe.

Então, para evitar esta transmissão vertical, cientistas utilizaram a mitocôndria de um óvulo de outra mulher (doadora anônima).

Para saber mais ouça o #10 Biomed Express – Fertilização In Vitro com DNA de 3 Pais (biomedcast.com/e10)

Baixar mp3

Gostou? Curte aí a página do Biomedcast no Facebook: facebook.com/biomedcast

Clique aqui para ouvir no seu iPod, iPhone e iPad

Acesse o site: www.biomedcast.com

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!