App estima os níveis de hemoglobina a partir de imagens da unha

Por Brunno Câmara - quinta-feira, dezembro 06, 2018


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Pesquisadores do departamento de engenharia biomédica da Universidade Emory, em Atlanta, EUA, desenvolveram um aplicativo (app) que é capaz de estimar a concentração de hemoglobina (Hb) em uma pessoa por meio de fotos das suas unhas.

Anemia

Um sinal importante de pacientes anêmicos é a presença de palidez em diversas regiões anatômicas, como as unhas, conjuntiva e a palma da mão.

Sabendo disso, os pesquisadores tiveram a ideia de desenvolver o app para detectar os casos de anemia de maneira não invasiva.

Eles também implementaram um software para o controle de qualidade e minimizar o impacto de irregularidades comuns na unha (leuconíquia e reflexo do flash da câmera) na quantificação dos níveis de Hb.

Para a validação da tecnologia, uma análise clínica com amostras de sangue e fotos da unha de pacientes com anemia de diferentes etiologias e também de indivíduos saudáveis.

Com essa tecnologia, o usuário faz o download do app em seu smartphone, tira uma foto da sua unha e o nível de Hb é mostrado na tela do app.

Por que as unhas?

As unhas, conjuntivas e palma das mãos não contêm melanócitos (células que produzem melanina), a fonte primária de cor nessas regiões é a Hb.

Dessas regiões anatômicas, as unhas são a melhor opção para uma pessoa tirar a foto por conta própria, ao contrário da conjuntiva.

Além disso, as unhas possuem pouca variação de tamanhos e formas entre indivíduos, ao contrário da palma das mãos.

Resultados

O app analisa a cor e metadados de fotos da lâmina ungueal (corpo da unha) tiradas pelo smartphone e detecta anemia (Hb <12,5 g/dL) com uma precisão de ±2,4 g/dL e uma sensibilidade de 97% (95% CI, 89–100%) quando comparado com a concentração de Hb dosada pelo hemograma (n = 100 pacientes).

Segundo os autores, esses resultados indicam que a ferramenta serve como uma ferramenta não invasiva para a triagem de anemia na população.

Além disso, com uma calibração personalizada, esse sistema chega a uma precisão de ±0.92 g/dL dos níveis de Hb do hemograma (n = 16), fazendo com que pacientes com anemia crônica possam monitorar seus níveis de Hb instantaneamente e de forma remota.

Os pesquisadores também apontam algumas limitações, como doenças que afetam a coloração das unhas, modelo do smartphone utilizado e capacidade do indivíduo em realizar a análise por conta própria.

Por enquanto, o app não está disponível para download, pois mais estudos estão sendo realizados para avaliar essas limitações. Ele deverá ser disponibilizado para o público até o fim do primeiro semestre de 2019.

Mannino, R. G. et al. Smartphone app for non-invasive detection of anemia using only patient-sourced photos. Nature communications, 2018. <link>

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários