Vale a pena fazer o concurso da Ebserh?

Por Brunno Câmara - sexta-feira, novembro 08, 2019



📚🔬 Apostilas e Livro Digitais

Utilize nossas apostilas digitais como material complementar aos seus estudos - hematologia, uroanálise, parasitologia e líquor.

Vai estudar para um processo seletivo de concurso público ou residência multiprofissional? - Conheça nosso livro de questões comentadas



Depois que publiquei a notícia do concurso nacional da Ebserh, algumas pessoas vieram reclamar (como sempre) de que era uma vergonha não ter vagas imediatas, somente cadastro de reserva.

Então, será que vale a pena fazer o concurso mesmo assim?


Cadastro de reserva

O cadastro de reserva (CR) é uma forma de o órgão aproveitar que o concurso já vai ser realizado para criar um banco de profissionais, que podem ser chamados durante o prazo de validade do concurso.

Esse cadastro não oferece garantia que todos dentro dele serão chamados e nomeados. Tudo depende da necessidade do órgão que promoveu o concurso.

O entendimento jurídico atual é de que, nos casos de cargos com somente CR, pelo menos o primeiro colocado deve ser nomeado.

Então no mínimo um biomédico em cada hospital será nomeado.

Vale a pena?

Sim!

No concurso nacional da Ebserh, 11 hospitais solicitaram o cargo de biomédico no edital, por meio do CR.

Ao total, 21 profissionais biomédicos serão classificados para compor o CR em cada um dos 11 hospitais.

Isso dá 231 possibilidades em todo o Brasil para nós biomédicos sermos chamados ao longo da validade do concurso.

Falando nisso, a validade desse edital é de 2 anos, podendo ser prorrogado por mais 2 anos. Ou seja, nos próximos 4 anos quem ficar no CR pode ser nomeado.

Isso significa também que, provavelmente, não será realizado outro concurso para esses hospitais até que a validade desse expire.

Se você não fizer esse concurso nacional, vai ter que esperar 4 anos para que talvez seja realizado outro concurso.

Uma vantagem é que, como é um concurso nacional, você pode escolher onde quer fazer a prova. Não precisa se deslocar para locais distantes. Então, você pode escolher um hospital num Estado e fazer a prova no Estado onde mora, por exemplo.

Tudo o que você precisar fazer é uma prova e ser classificado, e dentro de 4 anos pode ser chamado e receber seus R$ 6.300,28 mensais.

Eu consideraria esse concurso como um investimento de médio prazo (talvez de risco médio).

Eu continuaria a fazer minhas atividades profissionais normalmente e o concurso ficaria em standby.

Imagina você ficar entre os 21 classificados e, um dia quando você nem estiver lembrando, é chamado para ser nomeado.

É melhor ter essa possibilidade do que nada!

Temos que ser espertos e deixar essa mentalidade de reclamação de lado.

Claro, se você for fazer, saiba o que estudar e estude pra valer e ficar entre os classificados.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| @biomedicinapadrao | LinkedIn | Lattes |