Isso é o que o biomédico deve saber para fazer o concurso nacional da Ebserh

Por Brunno Câmara - quinta-feira, novembro 07, 2019



📚🔬 Apostilas e Livro Digitais

Utilize nossas apostilas digitais como material complementar aos seus estudos - hematologia, uroanálise, parasitologia e líquor.

Vai estudar para um processo seletivo de concurso público ou residência multiprofissional? - Conheça nosso livro de questões comentadas



O concurso nacional da Ebserh 2019 está aí! O salário é de R$ 6.300,28.

Como sempre, venho aqui facilitar a vida de vocês e trazer informações importantes sobre esse concurso.

A prova objetiva

A prova objetiva é eliminatória e classificatória, ou seja, as notas serão organizadas em ordem decrescente até atingir o ponto de corte, que para o biomédico é até a posição 21.

Isso mesmo, somente os 21 primeiros irão ser classificados. Além disso, o mínimo de pontos exigido é 50 (50/100 pontos).

Se você tirar 49,9 pontos, já era! Está automaticamente eliminado do concurso.

A próxima etapa é a avaliação de títulos e experiência profissional, que é somente classificatória.

Então, obviamente tirar uma nota excelente na prova é fundamental.

Composição da prova objetiva

O caderno de questões será dividido em três partes:

  1. Conhecimentos gerais: português e raciocínio lógico;
  2. Legislação: SUS e Ebserh;
  3. Conhecimentos específicos: questões específicas da profissão.

Neste post vou focar no conhecimento específico.

Conhecimentos específicos

O que o edital irá cobrar do biomédico:

Bioquímica: dosagens hormonais e de enzimas; eletroforese de hemoglobina, lipoproteínas e proteínas; equilíbrio ácido-base; propriedades da água; radicais livres.

Hematologia: testes hematológicos; automação em hematologia.

Imunologia: alergias; avaliação da função imune; carcinogênese; Doenças auto-imunes; leucemias.

Microbiologia da água e dos alimentos: métodos de análise; parâmetros legais.

Microbiologia médica: bacteriologia, virologia e micologia.

Urinálise: EAS, bioquímica, cultura, teste de gravidez.

Coleta: escolha, coleta, e conservação de amostra para diagnóstico.

Preparo de vidraria, reagentes e soluções. Preparo de meios de cultura.

Equipamentos (princípios e fundamentos): potenciômetros; autoclaves e fornos; microscópios; centrífugas; espectrofotômetros e leitores de Elisa; termocicladores; citômetros de fluxo; filtros, destiladores e purificação de água; cromatografia e eletroforese.

Ética profissional.

Como estudar?

Vou deixar aqui três sugestões de formas de estudo que ofereço aqui no Biomedicina Padrão.

A primeira, é por meio das nossas apostilas digitais. As disciplinas disponíveis são: hematologia, uroanálise, líquor e parasitologia.

A segunda, é por meio do meu livro de questões comentadas para concursos e residência.

A terceira, é que você faça parte do Clube Biomedicina Padrão (que já inclui as apostilas!).

Desejo a todos bons estudos!

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| @biomedicinapadrao | LinkedIn | Lattes |