Nobel de Medicina ou Fisiologia 2020 - Descoberta do Vírus da Hepatite C

Por Brunno Câmara - terça-feira, outubro 06, 2020



📚🔬 Apostilas e Livro Digitais

Utilize nossas apostilas digitais como material complementar aos seus estudos - hematologia, anemias, leucemias, uroanálise, parasitologia e líquor.



Ontem, 5 de outubro de 2020, foram anunciados os ganhadores do Prêmio Nobel de Medicina ou Fisiologia 2020.

Os três ganhadores são: Harvey J. Alter, Michael Houghton e Charles M. Rice.


Os estudos que levaram à descoberta do HCV

Em 1940, ficou claro que existiam dois tipos de hepatite (inflamação do fígado) infecciosa.

O primeiro tipo foi denominado Hepatite A, causada por vírus de mesmo nome (HAV), transmitida por água e alimentos contaminados. O segundo tipo, potencialmente mais grave, transmitido por sangue e líquidos corporais.

Em 1960, Baruch Blumberg descobriu que uma das formas de hepatite transmitida pelo sangue era causada por um vírus, que ficou conhecido como Vírus da Hepatite B (HBV). A descoberta rendeu a ele o Nobel de Medicina ou Fisiologia em 1976.

Na mesma época, estudando a ocorrência de hepatite em receptores de transfusão sanguínea, Harvey J. Alter observou que a descoberta do HBV reduziu os casos de hepatite, mas ainda havia muitos casos da doença relatados.

Ficou claro que esses casos de hepatite não explicados não eram causados nem por HAV nem por HBV. Ou seja, havia a presença de outro agente infeccioso desconhecido.


Entra em cena então Michael Houghton. Ele teve o trabalho de isolar a sequência genética do vírus, utilizando sangue de um chimpanzé infectado.

Após, ele usou anticorpos de pacientes com hepatite para detectar o vírus. Depois de muito estudo, foi detectado um novo vírus de RNA pertencente à família dos Flavivirus e nomeado como Vírus da Hepatite C (HCV).

A dúvida agora era: será que o HCV sozinho era capaz de causar hepatite?

Para responder essa questão, Charles M. Rice e colegas notaram uma região no genoma do HCV não caracterizada que poderia ser importante para sua replicação.

Usando engenharia genética, eles produziram um RNA variante, contendo a nova região descoberta do genoma do HCV, e injetaram no fígado de chimpanzés.

O vírus foi então detectado no sangue dos animais e as alterações patológicas eram semelhantes àquelas encontradas em humanos com hepatite crônica.

Essa foi a prova final de que o HCV era o agente causador dos casos não explicados de hepatite.

Importância da descoberta

Graças à descoberta do HCV, exames laboratoriais altamente sensíveis foram desenvolvidos e praticamente eliminaram a transmissão de hepatite relacionada à transfusão em grande parte do mundo.

A descoberta também acelerou o desenvolvimento de drogas antivirais específicas para o HCV. E a doença agora pode ser curada.


Referência

MLA style: Prize announcement. NobelPrize.org. Nobel Media AB 2020. Tue. 6 Oct 2020.

Publicações-chave

Alter HJ, Holland PV, Purcell RH, Lander JJ, Feinstone SM, Morrow AG, Schmidt PJ. Posttransfusion hepatitis after exclusion of commercial and hepatitis-B antigen-positive donors. Ann Intern Med. 1972; 77:691-699.

Feinstone SM, Kapikian AZ, Purcell RH, Alter HJ, Holland PV. Transfusion-associated hepatitis not due to viral hepatitis type A or B. N Engl J Med. 1975; 292:767-770.

Alter HJ, Holland PV, Morrow AG, Purcell RH, Feinstone SM, Moritsugu Y. Clinical and serological analysis of transfusion-associated hepatitis. Lancet. 1975; 2:838-841.

Alter HJ, Purcell RH, Holland PV, Popper H. Transmissible agent in non-A, non-B hepatitis. Lancet. 1978; 1:459-463.

Choo QL, Kuo G, Weiner AJ, Overby LR, Bradley DW, Houghton M. Isolation of a cDNA clone derived from a blood-borne non-A, non-B viral hepatitis genome. Science. 1989; 244:359-362.

Kuo G., Choo QL, Alter HJ, Gitnick GL, Redeker AG, Purcell RH, Miyamura T, Dienstag JL, Alter CE, Stevens CE, Tegtmeier GE, Bonino F, Colombo M, Lee WS, Kuo C., Berger K, Shuster JR, Overby LR, Bradley DW, Houghton M. An assay for circulating antibodies to a major etiologic virus of human non-A, non-B hepatitis. Science. 1989; 244:362-364.

Kolykhalov AA, Agapov EV, Blight KJ, Mihalik K, Feinstone SM, Rice CM. Transmission of hepatitis C by intrahepatic inoculation with transcribed RNA. Science. 1997; 277:570-574.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| Contato: @brunnocamara |