Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

O lado científico da Biomedicina Estética

quinta-feira, abril 04, 2013 0 Comentários


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Em meados de março, no Workshop de Procedimentos em Biomedicina Estética da ASGARD Cursos, ministrado pela Biomédica Esteta Lorena Soares, pude conferir um pouco mais a fundo como funcionam esses procedimentos. Nunca tinha parado para pensar o que acontecia; sempre que pensava em estética me vinha à cabeça apenas o lado profissional e mercado de trabalho. Nesse workshop pude ver mais detalhadamente o lado científico dessa área tão promissora na biomedicina.

Você sabe o que acontece com sua pele depois das seções de Luz Intensa Pulsada, utilizada em seções de fotorrejuvenescimento? O objetivo final é a produção de colágeno, já que após os 25 anos sua produção começa a diminuir.

As explicações para a síntese de novo colágeno incluem a absorção da luz pelo sangue, que aumenta a temperatura ao redor dos vasos, transferindo o dano térmico ao tecido adjacente e causando a liberação de mediadores inflamatórios, que induzem o processo de cicatrização. A energia também estimularia diretamente os fibroblastos a produzir mais colágeno.

Ou seja, você danifica a pele para desencadear uma reação inflamatória que vai estimular o processo de cicatrização e consequentemente, a produção de mais colágeno, deixando a pele mais consistente.

Outro método interessante é a depilação definitiva a Laser. O pelo é gerado por uma estrutura chamada folículo piloso, que contém melanina. Por ser escura, a melanina é um ótimo condutor de calor, então ela recebe a maior parte da energia enquanto a pele recebe menos.

As estruturas do corpo que possuem cor são chamadas cromóforos. Sendo assim, a melanina, que tem a cor preta, é um cromóforo. Como a hemoglobina tem a cor vermelha também é um cromóforo. Então, essas moléculas são os alvos do laser.

Existem vários tipos de laser. Eles podem emitir um feixe de luz que rapidamente neutraliza o pigmento (melanina) que se encontra na raiz do pelo ou então podem atingir os capilares da raiz e retirar a vascularização, fazendo com que o pelo não nasça mais.

E esses são apenas dois procedimentos das centenas existentes. Quem diria que a estética era tão interessante assim, ein?!

Brunno Câmara Biomédico

Biomédico, CRBM-GO 5596. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast (biomedcast.com).