Conheça os Leucócitos

Por Brunno Câmara - segunda-feira, março 19, 2018


Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits


Leucócitos

Os leucócitos ou glóbulos brancos são as células que constituem uma parte importante do sistema de defesa do organismo, para combater aos diversos agentes agressores, tóxicos ou infecciosos, como bactérias, fungos, vírus e parasitas. Este sistema de defesa funciona em associação aos macrófagos dos tecidos e às células do sistema linfoide. Os leucócitos são as unidades móveis do sistema protetor do organismo; podem migrar para os locais onde a sua ação seja necessária.

 Neutrófilo

Neutrófilo

Os  neutrófilos  são  os  mais  abundantes  leucócitos  no  sangue. Nos tecidos, exercem a sua função primária de englobar e digerir micro-organismos invasores. Esse processo é conhecido como fagocitose. Em uma lesão tecidual causada por bactérias, traumatismo, substâncias químicas, calor ou outros fatores, os tecidos lesados liberam substâncias que provocam as alterações denominadas “inflamação”. Durante o processo da inflamação, os neutrófilos são atraídos pelos produtos químicos dos invasores e migram em grandes quantidades para a área afetada.

Eosinófilo

Eosinófilo

Os eosinófilos são também produzidos nos tecidos hemopoiéticos da medula óssea e constituem cerca de 2% de todos os leucócitos do sangue circulante. Participam dos mecanismos de defesa contra corpos estranhos e parasitas ao migrar para as áreas onde há corpos estranhos ou parasitas. Os eosinófilos estão ainda envolvidos nas reações alérgicas do organismo. Os eosinófilos possuem receptores para as imunoglobulinas IgE e IgG e para algumas proteínas do sistema do complemento.

Basófilo

Basófilo

Os basófilos também participam em respostas alérgicas. Possuem quimiotaxia, como os neutrófilos; tem também alguma atividade fagocítica. Sua principal função, porém, consiste em liberar heparina nas áreas de invasão do organismo, para evitar a formação de coágulos e permitir a fácil migração dos neutrófilos para a defesa contra a invasão. Também liberam histamina no local da inflamação, que produz vasodilatação e aumenta o diâmetro dos poros dos capilares, facilitando a migração dos demais leucócitos.

Linfócito

Linfócito

Os  linfócitos  são  divididos  em  dois  tipos  principais:  os  linfócitos  T,  que auxiliam na proteção contra as infecções virais e conseguem detectar e destruir algumas células cancerosas, e os linfócitos B, que se transformam em células produtoras  de  anticorpos  (plasmócitos).

Os  linfócitos são células  com núcleo grande e sem grânulos citoplasmáticos. São responsáveis pela imunidade humoral, através dos linfócitos B, produtores de anticorpos contra diversos agentes estranhos ao organismo e pela imunidade celular, através dos linfócitos T.

Monócito

Monócito

Ao contrário dos demais tipos de leucócitos, os monócitos circulantes são considerados imaturos. Ao deixar a corrente sanguínea, eles alcançam os tecidos, onde sofrem a fase final da sua maturação para originar os macrófagos.

LORENZI, T.F. Manual de hematologia: propedêutica e clínica. 3. ed. Rio de Janeiro: Médica e Científica.

Programa Nacional de Controle de Qualidade - PNCQ.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

7 comentários

  1. Amei a maneira simples de explicar.

    ResponderExcluir
  2. Maravilhosa a explicação ... parabéns...

    ResponderExcluir
  3. Maravilhosa a explicação 😎👏👏👏👏👏

    ResponderExcluir
  4. Duvidas: O biomedico pode fazer requisição ou solicitação de todo tipo de exames...
    O biomedico pode prescrever quais medicamentos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em alguns casos específicos, como durante uma cirurgia com CEC, pode solicitar exames. Não pode prescrever medicamentos.

      Excluir

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!