Cientistas conseguem fotografar moléculas. Confira as fotos!

Por Brunno Câmara - quinta-feira, maio 30, 2013


Curta nossa página ↓

Precisando de conteúdo para complementar seus estudos?
Conheça os Kits de Estudo Biomedicina Padrão: biomedicinapadrao.com.br/kits

Pela primeira vez, cientistas conseguiram capturar imagens de uma molécula em uma resolução atômica no momento da reorganização de suas ligações. As imagens são assustadoramente similares aos esquemas encontrados nos livros de química.

Até agora, cientistas só tinham sido capazes de deduzir as estruturas moleculares.

Usando microscopia de força atômica, as ligações atômicas individuais – cada uma cerca de dez milhões de vezes menor que um milímetro – que conectam os átomos de Carbono e Hidrogênio são claramente visíveis. Os resultados foram publicados hoje, 30/05, no periódico Science (link).

Eles colocaram uma estrutura de carbono cíclica em uma lâmina de prata e então aqueceram-na até o rearranjo acontecer. Depois esfriaram a molécula e outros produtos surgiram da reação, sendo que três produtos foram inesperados e um era previsto.

Com informações de Wired – Science & Tech

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior dos cursos de graduação em Biomedicina e Farmácia. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública - UFG (IPTSP-UFG). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.

  • Compartilhar:

Artigos relacionados

0 comentários

Não temos interesse em publicar nada que nos ofenda ou ofenda outros visitantes. Só são aprovados textos que valorizem o que fazemos aqui e que podem ajudar outras pessoas, agregando valor ao conteúdo. O comentário precisa ser útil!