Deficiência de ferro sem anemia

Por Brunno Câmara - domingo, maio 02, 2021


📚🔬 Cursos online e Apostilas Digitais

Complemente seus estudos fazendo nossos cursos online (videoaulas, apostilas e certificado):



Uma das causas mais comuns de anemia, no mundo, é a deficiência de ferro.

Essa deficiência pode ter inúmeras causas como ingestão diminuída, absorção intestinal prejudicada, hemorragias crônicas, doenças inflamatórias, parasitoses etc.

Porém, ao contrário do que muitos pensam, nem sempre quando há uma hipoferremia há, obrigatoriamente, uma anemia por deficiência de ferro.

E aqui vou te explicar o porquê.

Quando os níveis de ferro no organismo começam a diminuir, há vários mecanismos para garantir que não falte ferro para a produção de hemoglobina, mioglobina e outras moléculas que contenham o grupo Heme.

Um dos primeiros recursos a ser utilizado é mobilizar o ferro intracelular que estava estocado nas moléculas de Ferritina. Como resultado, se realizarmos a análise de um indivíduo nessa situação, encontramos uma ferritina sérica diminuída, para manter os níveis de ferro sérico normais. Sem anemia.

Se o indivíduo fizer uma investigação laboratorial nessa etapa vai encontrar somente uma hipoferritinemia.

Caso a causa da deficiência continue, outros artifícios são usados como o aumento dos níveis de Transferrina e o aumento da sua capacidade de ligação ao ferro. Ainda, não há anemia. O organismo consegue contornar a situação por mais algum tempo.

Se o indivíduo fizer uma investigação laboratorial nessa etapa vai encontrar várias alterações nos níveis de ferro, ferritina e transferrina. Porém, pode ser que a anemia ainda não tenha sido instalada.

A anemia é o último estágio da deficiência de ferro, pois o organismo já esgotou todos os recursos disponíveis para manter os níveis de ferro adequados para a produção da hemoglobina. 

A medula óssea, então, começa a liberar hemácias pequenas e com pouca quantidade de hemoglobina em seu interior (anemia microcítica e hipocrômica).

Ou seja, a anemia não é causada somente pela presença da deficiência de ferro por si só; vai depender de quanto tempo a deficiência se mantém e quando seu diagnóstico é feito. 

Se ele for feito nos estágios iniciais, provavelmente o paciente não terá a anemia.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| Contato: @biomedicinapadrao |