A importância do meio para a hemocultura

Por Brunno Câmara - quinta-feira, fevereiro 13, 2020



📚🔬 Apostilas e Livro Digitais

Utilize nossas apostilas digitais como material complementar aos seus estudos - hematologia, uroanálise, parasitologia e líquor.



Série HEMOCULTURA

Hemocultura: utilidade e quando deve ser solicitada
Melhor momento e volume para coletar sangue para hemocultura
Como coletar sangue para hemocultura
Como aumentar a sensibilidade da hemocultura
A importância do meio para a hemocultura
Como interpretar e o que fazer com uma hemocultura positiva

Micro-organismos que causam infecções sanguíneas são muito variáveis (aeróbios, anaeróbios, fungos, fastidiosos etc.).

Além dos elementos nutrientes, o meio de cultura precisa conter fatores de crescimento específicos e/ou atmosfera especial.
Em casos em que o paciente já está usando antibióticos, meios de cultura com neutralizantes deve ser utilizado.

Características

O meio de cultura deve ser sensível o suficiente para recuperar uma ampla quantidade de micro-organismos clinicamente relevantes, mesmo os mais fastidiosos, como Neisseria e Haemophilus.

Além disso, deve recuperar micro-organismos que liberam pequenas quantidades de CO2, como Brucella e Acinetobacter.

Deve também ser versátil, ou seja, capaz de fornecer resultado para todos os tipos de amostras coletadas (adultos, crianças, líquidos corporais estéreis, etc).

Em qual frasco inocular o sangue primeiro?

É recomendado que cada conjunto de frascos inclua um para aeróbios e um para anaeróbios.

Se a coleta foi realizada com sistema fechado, o frasco de aeróbicos deve ser preenchido primeiro para prevenir a transferência de ar do dispositivo para o frasco de anaeróbios.

Se a coleta foi realizada com seringa e agulha, recomenda-se inocular primeiramente no frasco de anaeróbios para evitar a entrada de ar.

E se o volume de sangue for menor do que o recomendado?

Nesse caso, os primeiros 10 mL devem ser inoculados no frasco de aeróbicos, já que a maior parte dos casos de bacteremia são causados por bactérias aeróbicas ou facultativas.

Além disso, leveduras patogênicas e bactérias aeróbias estritas, como Pseudomonas, são recuperadas quase que exclusivamente de frascos para aeróbios.

O restante do sangue deve ser inoculado no frasco para anaeróbicos.

Referência

BioMérieux. Blood culture - A key investigation for diagnosis of bloodstream infections. 2018.

Brunno Câmara Autor

Brunno Câmara - Biomédico, CRBM-GO 5596, habilitado em patologia clínica e hematologia. Docente do Ensino Superior. Especialista em Hematologia e Hemoterapia pelo programa de Residência Multiprofissional do Hospital das Clínicas - UFG (HC-UFG). Mestre em Biologia da Relação Parasito-Hospedeiro (área de concentração: virologia). Coordenador e docente do curso de pós-graduação em Hematologia e Hemoterapia da AGD Cursos. Criador e administrador do blog Biomedicina Padrão. Criador e integrante do podcast Biomedcast.
| @biomedicinapadrao | LinkedIn | Lattes |